A imputação de ataques ciber aos Estados
: estudo de caso: IT ARMY

  • Joana Isabel Aragão Pires (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este trabalho investiga a temática da imputação de ataques ciber aos Estados. Neste caso analisou-se especificamente o caso do IT ARMY e de que forma será possível imputar os seus ciberataques ao Estado da Ucrânia. A imputação e a clarificação dos limites da imputação funcional são parâmetros muito importantes nas relações entre Estados. E existem atividades que até recentemente eram executadas somente pelo próprio Estado que hoje são executadas por agentes privados. Pensa-se que o IT ARMY é uma organização composta por indivíduos de todo o mundo ligados em rede através do Telegram, e pensa-se que essa rede é controlada pelo Ministério da Defesa Ucrâniano, que dispõe os alvos e as ações a serem executadas pelos vários membros deste grupo. O IT Army é estudado para identificar o que é esta organização, quem faz parte, e de que maneira atuam. De seguida, fez-se um enquadramento da dimensão ciber dos conflitos. Para focar depois na imputação dos ataques. É então que este trabalho desenvolve o processo de imputação funcional bem como os comportamentos de direção e controlo, tão importantes na imputação funcional. Por fim, foram apresentadas perspetivas futuras para uma evolução no processo de imputação funcional no universo ciber.
Data do prémio19 fev. 2024
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Isabel Tavares (Supervisor)

Keywords

  • IT ARMY
  • Imputação
  • Direito internacional humanitário
  • PARI
  • Manual de Tallin
  • Controlo global
  • Controlo efetivo

Designação

  • Mestrado em Direito

Citação

'