A intervenção do enfermeiro especialista na prevenção de acidentes na primeira infância

Título traduzido da tese: The nurse specialist's intervention in early childhood accident prevention
  • Margarida Tavares Costa (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente relatório surge no âmbito da Unidade Curricular “Estágio Final e Relatório” do Curso de Mestrado em Enfermagem com Especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica da Universidade Católica Portuguesa, e tem como objetivo espelhar o percurso de desenvolvimento de competências para obtenção do grau de mestre e de Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica.O tema elegido para ser trabalhado e aprofundado ao longo deste percurso de aprendizagem foi os acidentes infantis, uma vez que continuam a ser uma das principais causas de morte de crianças e jovens no mundo, representando um problema de saúde pública com consequências preocupantes para a própria criança vítima do acidente, para a sua família e para a comunidade. Embora a sua incidência tenha diminuído graças à implementação de vários programas, legislações e boas práticas na área da segurança infantil, é uma área que carece de atenção e intervenção.De forma a identificar a população mais vulnerável para a ocorrência de acidentes, foi realizada uma Revisão da Literatura (Scoping Review) com vista a identificar os fatores de risco de acidentes em crianças com idades entre os 0 e os 4 anos. Os resultados indicam que os fatores de risco mais evidenciados são o sexo masculino da criança, a idade jovem da mãe, escolaridade mais baixa da mãe e/ou família, situação socioeconómica baixa, a menor supervisão por parte dos cuidadores e o facto de existir mais do que um filho na família.No âmbito dos estágios integrados na Unidade Curricular “Estágio Final e Relatório” foram definidos como objetivos gerais de aprendizagem “desenvolver competências de Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica, no âmbito da prevenção de acidentes” e “desenvolver competências de Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica, na prestação de cuidados à criança e à família, em situações de especial complexidade”.Em todos os contextos foram mobilizados os conhecimentos adquiridos da revisão da literatura e transferidos para a prática, permitindo planear e realizar atividades fundamentadas e sustentadas pelo Modelo Teórico de Promoção de Saúde de Nola J. Pender, com vista a promover a adoção de comportamentos seguros para prevenir os acidentes infantis. A prestação de cuidados e a realização das atividades realizadas nos vários locais de estágios permitiram o desenvolvimento de competências comuns de Enfermeiro Especialista, específicas de Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica e ainda competências de mestre.Destaca-se a importância da intervenção do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica na promoção da segurança infantil, uma vez que tem uma posição privilegiada na comunidade, intervindo em vários contextos e detém competências fundamentais que lhe permite identificar as famílias de maior risco, criar relações de proximidade com as famílias alvo dos seus cuidados e implementar a mudança através da promoção da adoção de comportamentos seguros.
Data do prémio26 jan 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMargarida Lourenço (Supervisor)

Keywords

  • Enfermagem pediátrica
  • Prevenção de acidentes
  • Fatores de risco
  • Criança

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'