A não-violência no Apologeticum de Tertuliano
: contributo para uma teologia da não-violência cristã

  • Manuel Gomes Quintãos (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A violência que, durante os primeiros séculos cristãos, de forma localizada, esporádica e quasealeatória, atingiu os cristãos, motivou, da parte dos intelectuais cristãos da época, uma reaçãotraduzida na tomada da palavra oral e escrita. Dispomos, assim, de um conjunto significativode escritos em defesa dos cristãos dirigidos, retoricamente, às autoridades civis e políticas deentão. Entre estes destaca-se Tertuliano que, nos finais do século II, com a sua obra Apologeticum, interveio, usando todas as “armas” retóricas, em favor dos cristãos.A sua obra Apologeticum, que tomamos como principal fonte da nossa dissertação, constitui uma referência incontornável para entendermos o que significou o confronto entre dois “mundos” regidos por valores e critérios muitas vezes em conflito. Neste trabalho pretendemos analisar o tema da não-violência no Apologeticum. Interessa-nos sobretudo verificar o teor pacifista da resposta dada por um ilustre porta-voz dos cristãos, num contexto abertamente polémico e numa cultura em evidente contraste com a nova fé, professada por cada vez mais aderentes.
Data do prémio10 jul. 2023
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorIsidro Lamelas (Supervisor)

Keywords

  • Tertuliano
  • Apologeticum
  • Não-violência
  • Violência
  • Apologia
  • Paz
  • amor aos inimigos
  • Não-retaliação
  • Homicídio

Designação

  • Mestrado Integrado em Teologia

Citação

'