A perceção dos enfermeiros sobre o capital intelectual e a capacidade inovadora dos serviços de enfermagem

  • João José Soares Farias (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A gestão dos serviços de enfermagem é um desafio para as organizações de saúde. Neste sentido, e devido ao caráter estratégico do capital intelectual, este trabalho de investigação analisa o capital intelectual e a capacidade inovadora dos serviços de enfermagem, segundo a perceção dos enfermeiros. Para a sustentação teórica, realizou-se uma revisão da literatura baseada em dois alicerces conceptuais, um retrata a definição capital intelectual, seus componentes e os recursos/ativos do conhecimento nas organizações, o outro, caracteriza a inovação organizacional, especificando a inovação em serviços de saúde e serviços de enfermagem. A revisão da literatura retratou as características do capital intelectual e da inovação o que permitiu aferir o modelo conceptual. Após revisão da literatura e desenhada a estratégia metodológica a aplicar neste estudo, decidimo-nos pela utilização do questionário de Santos-Rodrigues, Figueroa-Dorrego e Jardón-Fernández (2008) e realizamos a sua adaptação aos serviços de enfermagem portugueses. O instrumento final passou a designar-se de Questionário do Capital Intelectual e da Capacidade Inovadora dos Serviços de Enfermagem (QCICISE) e foi aplicado aos enfermeiros inscritos na Ordem dos Enfermeiros, entidade, que publicou e enviou o repetivo link aos enfermieros inscritos na ordem dos enfermeiros, para o respetivo preenchimento. A amostra utilizada foi uma amostra por conveniência, concluindo-se pela reposta valida de 1388 enfermeiros. Os dados obtidos, foram analisados e validados através de estatísticas descritivas e análise fatorial exploratoria, através da análise factorial dos componentes principais. Como resultados evidenciaram-se bons índices de consistência interna (superiores a 0,8), distribuídos por 4 fatores (capital humano, capital relacional, capital estrutural, inovação), com valores de Alpha de Cronbach a avariar entre 0,83 e 0,97, evidenciando um instrumento de colheita de dados fidedigno e robusto no contexto estudado. Utilizamos adicionalmente, uma análise estatística confirmatória através da técnica estatistica Parcial Least Square (PLS-SEM). Desta análise, considerando os resultados factoriais recolhidos com a análise dos componentes principais, confirmamos a correlação das variáveis do capital estrutural e do capital relacional dos serviços de enfermagem com uma relação direta com a adopção e criação de inovações de produto/processo/gestão das organizações de saúde. Relativamente ao capital humano, verificamos que este está relacionado com o capital relacional e capital estrutural, no entanto, não verificamos uma relação direta destes dois capitais com adopção e criação de inovações de produto/processo/gestão das organizações de saúde A relação do capital humano com a adopção e criação de inovações de produto/processo/gestão e a inovação implementada nas organizações de saúde, verifica-se apenas de forma indireta, através dos outros componentes Os elevados pesos fatoriais obtidos realçam a relação preditiva do capital estrutural e capital relacional dos serviços de enfermagem e a adopção e criação de inovações de produto/processo/gestão das organizações de saúde , sustentando a robustez do modelo proposto. Adicionalmente, concluimos que as inovações adoptadas tem uma relação positiva e mais relevante do que as inovações criadas relativamente às inovações implementadas, pelas instituições de saúde portuguesas. Esta evidência permite reconhecer que os serviços de enfermagem portugueses têm recursos que podem constituir uma vantagem, e dessa forma considerados como ativos estratégicos nas organizações de saúde. Assim, o modelo de estudo do capital intelectual e a capacidade inovadora dos serviços de enfermagem, foi validado e constitui-se como um instrumento de apoio à gestão, em particular no que concerne a gestão do capital intelectual e da capacidade inovadora das unidades de saúde portuguesas.
Data do prémio16 mai 2019
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorHelena Santos-Rodrigues (Supervisor) & Beatriz Araújo (Co-Orientador)

Keywords

  • Serviços de enfermagem
  • Capital intelectual
  • Capacidade inovadora
  • Gestão

Designação

  • Doutoramento em Enfermagem

Citação

'