A perceção dos gestores escolares sobre a utilidade do projeto educativo nas escolas primárias de Luanda
: estudo de caso múltiplo

  • Luís Paulo Ernesto (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente estudo dissertativo sobre a utilidade do projeto educativo nas escolas primárias de Luanda (Angola) na visão dos gestores escolares enquadra-se no âmbito do curso de Administração e Gestão Escolar, apresentado à Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa. O estudo desenvolveu-se em duas escolas (2) de profissão religiosa. Nesse estudo, adotou-se a abordagem qualitativa de investigação onde as principais fontes de informação foram as entrevistas dirigidas aos diretores e a alguns professores com experiências na área de Gestão Escolar, para além de aplicarmos os inquéritos por questionário aos professores. Nesse estudo, olha-se para o Projeto Educativo de escola como um instrumento de Gestão que define a identidade da escola, por ser um memorial, um guia de orientação da vida escolar. É um documento que pode ser forte e facilmente articulado com outros documentos institucionais da escola, pois estes consubstanciam-se naquele. O resultado da pesquisa bibliográfica associa o projeto educativo à autonomia de escola. No entanto, não se trata de uma autonomia decretada, porque a legislação escolar de Angola não faz referência a um contrato de autonomia para escolas do ensino geral. Mas, uma autonomia social entendida, de acordo com Barroso (1996a, 1996b), como o equilíbrio que se estabelece entre o poder político vigente no país, poder dos diretores, dos professores e o poder dos encarregados de educação. Também se associa o projeto educativo à eficácia escolar, visto que o fim último dele é a melhoria dos resultados escolares, isto é, a qualidade de ensino. Entretanto, falar de qualidade de ensino tornou-se na questão central no mundo escolar, pois muito se interroga sobre a capacidade de a escola responder às necessidades do século XXI. Por isso, começamos por fazer uma abordagem sobre a missão da escola enquanto organização educativa. E como a missão de uma escola concretiza-se no seu projeto educativo, focamo-nos nos níveis de concretização do mesmo projeto. Posteriormente, apresentou-se o estudo empírico onde se conclui que o projeto educativo de escola é concebido para um estilo de gestão participativo. A ser assim, a sua abordagem deve ser feita para lá da questão documental, ou seja, é preciso olhar para o projeto não somente como um produto, mas também como um processo, porque requer atualização constante. Portanto, o projeto educativo é valor extra para a escola.
Data do prémio8 mai. 2018
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorRodrigo Melo (Supervisor)

Keywords

  • Organização
  • Escola
  • Projeto educativo
  • Autonomia
  • Cultura organizacional
  • Eficácia

Designação

  • Mestrado em Ciências da Educação

Citação

'