A relação entre a exposição ao ruído ocupacional e o burnout
: o papel moderador da vulnerabilidade ao stress e do estilo de vida

  • Joana Filipa Gonçalves Batista (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O ruído tem sido amplamente estudado como sendo um fator de risco ocupacional devido ao seu impacto fisiológico negativo na saúde dos trabalhadores. No entanto, há ainda poucas investigações que combinem a questão da exposição ao ruído ocupacional e os seus efeitos psicológicos. Neste sentido, o presente estudo procura compreender a relação entre a perceção de ruído ocupacional (PRO) e o burnout, investigando também o papel moderador da vulnerabilidade ao stress (VS) e do estilo de vida (EV). A amostra utilizada neste estudo foi constituída por 85 trabalhadores expostos a ruído ocupacional em ambientes industriais, 43 do sexo feminino e 42 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 19 e os 66 anos. Os dados foram obtidos através de questionários e os resultados analisados através de análises de correlação e moderação, tendo sido confirmada uma das hipóteses colocadas. Os resultados demonstram uma relação entre a VS e o burnout, em que níveis mais elevados de VS se associam a maiores níveis de burnout. As restantes hipóteses foram refutadas, chegando-se à conclusão de que não existe uma associação significativa entre a PRO e o burnout, nem entre o EV e o burnout. Também não se confirma o papel moderador da VS e do EV, na relação entre a PRO e o burnout. Foi ainda realizada uma análise suplementar incluindo o ruído objetivo aproximado, onde se concluiu que existe uma relação entre o ruído objetivo e os níveis de burnout, isto é, níveis de ruído mais elevados relacionam-se com valores mais elevados de burnout. Os resultados demonstram que a VS e o EV moderam a relação entre o ruído objetivo e o burnout, sendo que esta relação é apenas significativa para os indivíduos mais vulneráveis ao stress e com EV menos saudáveis. A principal implicação prática desta investigação é alertar para o impacto que o ruído ocupacional tem na saúde psicológica dos colaboradores, sendo de extrema importância o desenvolvimento de estudos mais aprofundados acerca da exposição ao ruído ocupacional e seus efeitos psicológicos, bem como estudos que englobem estas quatro variáveis conjuntamente.
Data do prémio14 jul 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorLuísa Ribeiro (Supervisor) & Cristiana Maria Matos da Costa Pereira (Co-Orientador)

Keywords

  • Ruído ocupacional
  • Vulnerabilidade ao stress
  • Burnout
  • Estilo de vida

Designação

  • Mestrado em Psicologia e Desenvolvimento de Recursos Humanos

Citação

'