Adaptação, validação e eficácia do Cognitive Stimulation Therapy para as pessoas com demência em Portugal

  • Gabriela Alvares Pereira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Contexto: O Cognitive Stimulation Therapy (CST) é um programa baseado na evidência para melhorar a função cognitiva e a qualidade de vida de pessoas com demência leve a moderada, apresentando uma boa relação custobenefício.
Objetivos: Adaptar e validar o CST para as pessoas com demência em Portugal e testar a sua eficácia. Método: A adaptação cultural seguiu o Formative Method for Adapting Psychotherapy (FMAP). A validação do CST foi realizada através de um estudo multicêntrico, controlado, com ocultação, randomizado que recrutou 112 pessoas com demência. Foram testadas a cognição, o comportamento/autonomia, ansiedade,
depressão e qualidade de vida. Explorámos igualmente se o CST beneficiava as pessoas com demência de modo diferente de acordo com o contexto e o nível de reserve cognitiva. Resultados: Na adaptação do programa à cultura portuguesa foram necessárias algumas modificações especialmente relacionadas com questões linguísticas. O programa adaptado mostrou ser viável, ter boa aceitação e ser válido para
pessoas com demência em Portugal. A intervenção CST mostrou melhorias significativas comparativamente ao controlo na cognição, comunicação, comportamento
e funcionamento global.
Conclusões: O CSTPortugal é um programa adaptado e válido com benefícios para as pessoas com demência leve a moderada independentemente do contexto e da sua reserva cognitiva.
Data do prémio15 jun. 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Vânia Silva Nunes (Supervisor)

Keywords

  • Cognitive Stimulation Therapy
  • Estimulação cognitiva
  • Adaptação cultural de intervenções
  • Estudos de viabilidade
  • Validação de programas
  • Demência
  • Cognição
  • Qualidade de vida
  • Reserva cognitiva

Designação

  • Doutoramento em Ciências da Cognição e da Linguagem

Citação

'