Análise história da estilização da violência no cinema americano
: 1910-2015

  • Miguel Bernardo Gonçalves Lima Pinto (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A presente dissertação, intitulada “Análise Histórica da Estilização da Violência no Cinema Americano: 1910 – 2015” tem como objetivo abordar a temática da violência nos filmes americanos, nomeadamente a forma como esta é representada ou estilizada. A estilização da violência é um tema que me fascina e sobre o qual tive de refletir quando realizei a curta-metragem “Insónia”, o meu projeto final de mestrado em Som e Imagem – Especialização em Cinema e Audiovisual na Universidade Católica do Porto. Esta dissertação analisa assim, em primeiro lugar, o significado dos termos “violência”, “estilização” e “violência estilizada” explicando a relação entre estes e o cinema. Subsequentemente é abordada a forma predominante de estilização da violência no cinema americano nas várias décadas desde 1910 até ao momento atual. São também descritos os cinco códigos visuais da representação da violência que surgiram em resposta ao Production Code. Segue-se uma discussão sobre a evolução do grafismo da violência, uma discussão sobre as consequências e implicações da evolução da tecnologia digital na estilização da violência e na forma como esta é compreendida e uma discussão de um novo género de filme que leva o grafismo da violência a um novo extremo: “Torture Porn”. Por ultimo, há uma descrição de todo o processo do meu projeto final de mestrado e considerações relativamente à relação entre o tema desta dissertação e a temática da curtametragem que realizei.
Data do prémio2015
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCarlos Ruiz Carmona (Supervisor)

Keywords

  • Violência
  • Estilização
  • Cinema americano
  • Grafismo
  • Ultraviolência

Designação

  • Mestrado em Som e Imagem

Citação

'