Análise métrica de mandíbulas para a diagnose sexual

  • Carolina Farinha Batista Moreira da Silva (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: A diagnose sexual é um passo fundamental para a determinação do perfil biológico de indivíduos vivos ou cadáveres. A mandíbula é um dos ossos do crânio mais dimórficos e resistentes à decomposição, sendo relevante na determinação do sexo do indivíduo. Com os avanços tecnológicos percebeu-se a utilidade e precisão da tecnologia 3D, nomeadamente do CBCT na recolha e análise métrica de estruturas ósseas. Objetivo: Análise métrica digital do dimorfismo sexual de uma amostra de mandíbulas pertencentes ao Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, IP. Materiais e Métodos: Estudo observacional constituído por uma amostra de 33 mandíbulas, 14 do sexo feminino e 19 do masculino. Registou-se fotograficamente as peças ósseas e pertences pessoais com código e sexo. Os dados foram recolhidos usando o CBCT Planmeca ProMax® 3DMid e a medição através do software Simplant Pro 17.01. O estudo estatístico descritivo e inferencial foi realizado pelo software IBM® SPSS® versão 26.01. Os parâmetros definidos foram: largura máxima e largura mínima do ramo mandibular, alturas condilar, do processo coronóide, e da sínfise mandibular, ângulo do ramo mandibular, distâncias bimentoniana, biantegoniana, bigoníaca e bicondilar e comprimento máximo mandibular. Denominados de A. a K., respetivamente. Resultados: Houve diferenças estatisticamente significativas nos parâmetros: Altura do processo coronóide, Altura condilar, Comprimento máximo mandibular e Largura mínima do ramo mandibular (p < 0,05). Na análise estatística multivariada, pelo método Stepwise, foi possível identificar a Altura do processo coronóide como o melhor parâmetro preditor do sexo, com exatidão de 72,2%. Permitindo classificar mandíbulas femininas e masculinas em 64,3% e 78,9% de exatidão, respetivamente. Conclusão: Presença de dimorfismo sexual em quatro parâmetros. A altura do processo coronóide é o parâmetro mais dimórfico e o melhor preditor do sexo na amostra.
Data do prémio30 jul 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorA Correia (Supervisor) & Cristina Figueiredo (Co-Orientador)

Keywords

  • Mandíbulas
  • Dimorfismo sexual
  • CBCT
  • Análise métrica

Designação

  • Mestrado em Medicina Dentária

Citação

'