Ansiedade na performance musical e consumo de substâncias psicoativas
: estudo com estudantes universitários

  • Inês Pais Lameiras (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este estudo teve como objetivo geral contribuir para a descrição do consumo de substâncias psicoativas e do seu eventual papel como estratégia de coping em músicos com Ansiedade de Performance Musical em Portugal, junto de estudantes universitários de música. Foram utilizados um questionário sociodemográfico e dois instrumentos Kenny Music Performance Anxiety Inventory (K-MPAI) e Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), numa amostra de 104 participantes, com uma média de idades de 23.8 anos. Nos resultados identificou-se um baixo risco de consumo da maioria das substâncias psicoativas e um nível de risco moderado para o álcool e o tabaco, bem como uma correlação significativa entre o consumo de substâncias psicoativas e a ansiedade na performance musical, nomeadamente no consumo de ansiolíticos e betabloqueadores e no consumo de substâncias ilícitas, embora os níveis de risco para cada substância tenham sido baixos. A comparação relativa ao género dos participantes revelou que não existem diferenças a nível do consumo, mas existiam diferenças ao nível da ansiedade na performance musical. O reforço da psicoeducação como estratégia de prevenção na ansiedade na performance musical e as estratégias de coping mais adaptativas e o posterior acompanhamento dos estudantes torna-se importante no contexto universitário de música.
Data do prémio30 nov 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPedro Dias (Supervisor) & Lurdes Veríssimo (Co-Orientador)

Keywords

  • Ansiedade na performance musical
  • Consumo de substâncias psicoativas
  • Estudantes do ensino superior de música

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'