Aplicação tópica do mel no controlo da infeção em feridas crónicas
: uma revisão sistemática

  • Patrícia Margarida Pedro Figueira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

INTRODUÇÃO: O estudo da aplicação tópica do mel em feridas tem vindo a obter um reconhecimento no campo do controlo da infecção. Considerado um apósito de fácil manuseamento, ao qual se identificam e se consagram propriedades distintas de poder anti-inflamatório e antibacteriano local, com atividade fúngica relatada e com resultados benéficos na redução do odor, da dor e do edema, o mel tem vindo a ser utilizado cada vez mais no tratamento de feridas das mais diversas etiologias. METODOLOGIA: Revisão sistemática da literatura cujo principal objetivo é avaliar o efeito da aplicação tópica do mel no controlo da infeção em feridas crónicas. A pesquisa efetuada em bases de dados eletrónicas e por busca manual decorreu entre os meses de Fevereiro a Agosto de 2013, revelando uma amostra final de 8 artigos. O controlo da infeção na ferida crónica foi o principal alvo a analisar nos estudos seleccionados e incluídos. A colheita e extracção de dados foram realizadas pela autora e posteriormente verificados, de forma independente, por um colega revisor. RESULTADOS: Foi possível verificar uma ação positiva do uso do mel no controlo da infeção em feridas crónicas, nomeadamente em úlceras de perna, úlceras de pé diabético, úlceras de pressão e feridas pós-operatórias. A evidência encontrada aponta para uma eficaz redução dos microrganismos patogénicos presentes no leito das feridas, observando-se igualmente uma diminuição do edema, odor e exsudado local, resultando numa melhoria significativa da redução do processo infecioso instalado. CONCLUSÃO: A aplicação tópica do mel demonstrou um potencial de actividade positiva no controlo de infecção em feridas crónicas, mas a fraca expressividade dos estudos avaliados não permitiu outro tipo de conclusões, ficando a certeza de que outros estudos e/ou o acesso a outras publicações a decorrer, poderão sedimentar este pressuposto.
Data do prémio20 out. 2014
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorFernando Mena Martins (Supervisor) & Manuel Luís Capelas (Co-Orientador)

Keywords

  • Mel
  • Controlo de infeção e ferida crónica

Designação

  • Mestrado em Feridas e Viabilidade Tecidular

Citação

'