As condições de trabalho e o stress ocupacional de profissionais de saúde durante a Covid-19
: setor público vs privado

  • Diana Orlanda Pereira Sousa (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A COVID-19 foi declarada, pela Organização Mundial de Saúde, como pandemia no dia 11 de março de 2020. Este vírus propagou-se à escala global, inclusivamente em Portugal, contribuindo para aumentar os desafios existentes no quotidiano dos profissionais de saúde. A presente investigação tem como objetivo analisar a perceção das condições de trabalho e os níveis de stress ocupacional experienciados pelos profissionais de saúde nos contextos hospitalares público e privado durante a pandemia. Trata-se de um estudo quantitativo e transversal, composto por um total de 97 profissionais de saúde do setor público e privado. Os resultados revelaram que perceções mais positivas de condições de trabalho e os níveis de stress ocupacional não diferem mediante o setor de atuação. Adicionalmente, aferiu-se que as condições físicas e materiais de trabalho são preditoras de stress ocupacional, ao invés da sobrecarga horária. Este estudo demonstra que é importante que as instituições de saúde, sejam elas públicas ou privadas, disponibilizem as melhores condições de trabalho físicas e materiais possíveis, sobretudo face às exigências de um contexto pandémico.
Data do prémio12 jul 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorFilipa Sobral (Supervisor)

Keywords

  • Profissionais de saúde
  • Condições de trabalho
  • Stress ocupacional
  • Covid-19

Designação

  • Mestrado em Psicologia e Desenvolvimento de Recursos Humanos

Citação

'