Aspetos da espiritualidade sacerdotal do Padre Lopes de Melo
: uma vida de serviço com os demais e para os demais

  • António José de Jesus Sebastião (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este trabalho versa sobre alguns dos aspetos mais determinantes do contexto vital, da vida e a ação do padre Lopes de Melo. Ser Padre foi a maior de todas as missões que este procurou realizar até ao fim da sua vida. No início do século XX, vivia-se em Coimbra um período muito conturbado, quer na esfera pública, quer na esfera universitária, quer, até mesmo, na esfera eclesial. Como se evidenciará, foi no âmbito da pobreza que o Padre Melo aprendeu que tipo de sacerdote a sociedade e a Igreja necessitavam que ele fosse. A partir daqui, ver-se-á que o maior dom que ele possuía, era o de aliviar o seu próximo, fosse este um estudante universitário, um soldado nos campos da Flandres ou um humilde pobre das ruelas da Paróquia da Sé Velha. Ele soube desenvolver, de forma exemplar, as qualidades que o tornaram amigo e próximo de todos, mas em especial de quem, como ele e nomeadamente as “Criaditas dos Pobres”, se preocupava com a, ou necessitava da promoção da justiça social: «a bondade, a sinceridade, a fortaleza de alma e a constância, a preocupação assídua pela justiça, a delicadeza» (PO 3). Na nossa atualidade tão marcada pelo individualismo e pela indiferença, torna-se pertinente recordar exemplos de entrega confiada, tanto a Deus, como à humanidade.
Data do prémio14 jun 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorAlexandre Freire Duarte (Supervisor)

Keywords

  • Padre Lopes de Melo
  • Sacerdócio
  • Oração
  • Pobreza
  • Serviço
  • Criaditas dos Pobres

Designação

  • Mestrado Integrado em Teologia

Citação

'