Avaliação da eficácia do lembrete de algaliação, na redução de dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação

  • Francisco Javier San Martín Sánchez (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A infecção urinária é uma das infecções nosocomiais mais frequentes, pelo que deve ser motivo de preocupação para os médicos e administrações dos diversos hospitais. Neste sentido, é preciso procurar medidas que possam ajudar a reduzir o seu desenvolvimento. Está demostrado que a maioria destas infecções urinárias está associada a algaliação do doente e, mais especificamente, a um número excessivo de dias de algaliação. Pelo que uma das medidas que foi preconizada e desenvolvida, ainda hoje de uma forma muito discreta, nalguns hospitais, é a utilização de lembretes de algaliação destinados aos médicos e enfermeiros do doente para relembrar a presença de algália e assim verificar-se diariamente a necessidade da mesma. Estes lembretes foram aplicados em diversos hospitais em todo o mundo verificando-se, na maioria dos estudos, uma eficácia na redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação, pelo que já é uma medida incluída nas principais normas de orientação clínica de prevenção de infecção. No contexto hospitalar português não se verifica qualquer experiência em relação com a aplicação desta medida referida na literatura. Foi por este motivo que se realizou este estudo, que pretende analisar a eficácia da aplicação do lembrete na redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada à algaliação no contexto próprio de um hospital em Portugal. Este estudo, que integrou 343 doentes algaliados transitoriamente no decurso do seu internamento hospitalar, comparou dois períodos de 6 meses de internamento de dois anos consecutivos do Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar das Caldas da Rainha: o primeiro período sem utilização de lembrete de algaliação e o segundo, com a utilização do mesmo. O lembrete foi destinado especificamente ao médico assistente, lembrando-lhe diariamente da presença da algália para repensar a necessidade de continuidade da mesma no doente. Após análise dos resultados obtidos da aplicação desta medida verificou-se uma clara redução dos dias de algaliação e também da taxa de infecção urinária associada a algaliação, pelo que se conclui que o lembrete de algaliação, uma medida simples,económica e de fácil aplicação, é uma medida eficaz para a redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação no contexto hospitalar português.
Data do prémio6 fev. 2014
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorFernando Ferreira Mena Martins (Supervisor) & Maria Filomena Coelho (Co-Orientador)

Designação

  • Mestrado em Infeção em Cuidados de Saúde

Citação

'