Avaliação do impacto da intervenção planeada de enfermagem em pessoas com hipertensão arterial

  • Rita Campos Silva Granja Bento (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

De entre as causas de morte consideradas mais sensíveis à prevenção primária identificaram-se em Portugal as doenças cardiovasculares. Assim o objetivo do estudo é analisar a influência de um programa de ensino de Enfermagem estruturado na literacia em saúde, estilo e qualidade de vida, adesão à terapêutica, capacidade de autocuidado terapêutico e nos dados clínicos das pessoas com hipertensão arterial, causa principal das doenças cardiovasculares. É um estudo longitudinal, quantitativo, experimental, de nível IV, com um desenho “antes-após” com grupo testemunho. Os sujeitos foram distribuídos aleatoriamente pelos grupos, sendo que o grupo experimental foi acompanhado durante 6 meses, com uma consulta de enfermagem mensal. Existiram duas avaliações em cada grupo: antes do programa de ensino e no final. Recorreu-se a vários instrumentos de colheita de dados: questionário de caraterização sociodemográfica, Mini Questionário de Qualidade de Vida em Hipertensão Arterial, Questionário Estilo de Vida Fantástico, Medida de Adesão aos Tratamentos, Instrumento de Autocuidado Terapêutico, Teste de Batalla-Martinez e conjunto de questões verdadeiro/falso. A amostra é constituída por 27 sujeitos: 14 no grupo experimental e 13 no grupo de controlo. Os resultados demonstram que este programa contribuiu para a redução do índice de massa corporal e do perímetro abdominal, melhoria do estilo de vida, da adesão à terapêutica farmacológica, da capacidade de autocuidado terapêutico e da literacia acerca da sua situação clínica em geral. Houve diferenças estatisticamente significativas entre os grupos nos valores de colesterol total e no domínio atividade física/associativismo do Questionário Estilo de Vida Fantástico. No grupo experimental houve diferenças no Índice de Autocuidado Terapêutico, nos valores médios de tensão arterial sistólica e diastólica, influenciando o controlo da mesma, e perímetro abdominal. Tendo em consideração os resultados obtidos estamos convictas que a intervenção autónoma de Enfermagem no âmbito da prevenção e controlo dos fatores de risco cardiovasculares em consultas é uma mais-valia para a obtenção de ganhos em saúde.
Data do prémio5 jun 2017
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPaulo Alexandre Carvalho Ferreira (Supervisor) & Beatriz Araújo (Co-Orientador)

Keywords

  • Enfermagem
  • Doença cardiovascular
  • Hipertensão arterial
  • Estilo de vida
  • Autocuidado
  • Literacia

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'