Caracterização das lesões de tecidos moles e duros nos pacientes da Clínica Dentária Universitária
: um estudo retrospetivo

  • Camila de Fátima Trimboli (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: diferentes patologias de tecidos moles e duros podem acometer a cavidade oral e, apesar do exame clínico e radiográfico ser uma mais valia na obtenção de um diagnóstico clínico, por vezes, torna-se necessária a realização do procedimento cirúrgico de biópsia. O exame anatomopatológico auxilia no diagnóstico da maior parte das lesões orais, tendo particular importância nas lesões potencialmente malignas uma vez que estas podem evoluir para cancro oral. Objetivos: avaliar a prevalência das lesões de tecidos moles e duros diagnosticadas através do exame anatomopatológico, nos pacientes da Clínica Dentária Universitária; analisar os fatores de risco e determinantes clínicos associados a estas lesões; determinar a concordância entre diagnóstico clínico e anatomopatológico; bem como a prevalência de neoplasias malignas. Material e métodos: foi realizado um estudo retrospetivo observacional descritivo das lesões de tecidos moles e duros dos pacientes da Clínica Dentária Universitária de Viseu, onde foram efetuadas análises estatísticas descritivas e inferenciais de 52 biópsias. Resultados: o género mais afetado foi o feminino com 59,62% e idade média de 59,97 anos. A técnica de biópsia mais realizada foi a excisional convencional, representando 63,46% da amostra. A localização anatómica mais biopsada foi a mucosa jugal e a patologia mais diagnosticada foi o fibroma. O uso de prótese mal adaptada e o hábito nocivo do tabaco, foram os fatores de risco mais presentes entre os pacientes estudados. Em 89,6% dos casos os diagnósticos clínicos e anatomopatológicos foram concordantes. A prevalência das neoplasias malignas neste estudo foi de 5,77%, com maior incidência no género feminino (3,85%) e na faixa etária entre os 71-80 anos de idade (3,85%).
Conclusão: as várias lesões diagnosticadas nos pacientes deste estudo confirmam que a biópsia seguida do exame anatomopatológico é um procedimento de grande relevância, juntamente com o exame clínico e a anamnese para a obtenção de um diagnóstico preciso e definitivo das lesões da cavidade oral.
Data do prémio15 jul 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPatrícia Couto (Supervisor), Tiago Marques (Co-Orientador) & Raquel Silva (Co-Orientador)

Keywords

  • Patologia oral
  • Manifestações orais
  • Cirurgia oral
  • Biópsias
  • Neoplasias orais

Designação

  • Mestrado em Medicina Dentária

Citação

'