"Como incluir os alunos com síndrome de Bardet-Biedl numa turma regular?
: como desenvolver as suas capacidades cognitivas?"

  • Paula Cristina Fernandes de Barros (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A Inclusão dos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) nas escolas regulares persiste em ser uma questão ponderada no sentido de proporcionar um ensino de qualidade para todos os alunos, mesmo aqueles que que apresentam características distintas. Assim, aos alunos com NEE se deve proporcionar um clima de igualdade educativa e social, de forma a promover a igualdade de oportunidades, bem como uma adequada preparação para a vida ativa, ou seja, para a sua integração no mercado de trabalho. O presente Relatório tem como finalidade responder à seguinte Como incluir os alunos com Síndrome de Bardet-Biedl numa turma regular? Como desenvolver as suas capacidades cognitivas? Com este trabalho pretendemos demonstrar que, com o desenvolvimento adequado de estratégias, estes alunos aumentam as suas capacidades e minimizam as suas dificuldades/barreiras aquando a ocorrência da cegueira total. Assim, verificamos que a participante deste estudo, alcançou melhorias a nível dos processos cognitivos. Foi uma aluna sempre incluída na turma de referência, revelando apenas alguma divergência, em termos cognitivos e relacionais em relação aos seus pares.
Data do prémio2015
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorFilomena Ermida da Ponte (Supervisor)

Keywords

  • Inclusão
  • Síndrome de Bardet-Biedl
  • Necessidades Educativas Especiais (NEE)

Designação

  • Mestrado em Ciências da Educação: Educação Especial

Citação

'