Conceções e práticas na comunicação com a pessoa em situação crítica/família em período de pandemia

  • António Camilo de Sousa Leite (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente relatório elaborado no âmbito da Unidade Curricular “Estágio Final e Relatório” do Curso de Mestrado em Enfermagem com Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica à Pessoa em Situação Crítica, do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa, tem como finalidade ser um instrumento de avaliação e pretende refletir o percurso de aprendizagem para obter o grau de mestre. Os contextos de estágio foram realizados no serviço de medicina intensiva e no serviço de cardiologia, de duas instituições alocadas na região norte do país, focando o cuidado à pessoa em situação crítica. Pretende-se a descrição e reflexão sobre o processo de aprendizagem e aquisição de competências, a contextualização dos locais da prática clínica, o processo de aquisição de competências na área de especialização e uma análise global do percurso de aprendizagem e principais implicações para a prática profissional e crescimento pessoal e académico, que se demonstrou ser muito enriquecedora, contribuindo para a consciencialização das capacidades enquanto futuro enfermeiro especialista. A metodologia utilizada foi o método descritivo, analítico e crítico-reflexivo, e estruturalmente encontra-se dividido em quatro capítulos. Na introdução, podemos encontrar o enquadramento do relatório, dos campos de estágio e dos objetivos traçados. No segundo capítulo faz-se a contextualização dos campos de estágio, exposição e análise crítico-reflexiva das atividades realizadas, com vista a alcançar os objetivos delineados e a adquirir as competências comuns do enfermeiro especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. No terceiro capítulo apresenta-se a síntese da revisão da literatura a partir da qual foi elaborada a dissertação sobre a comunicação, abrangendo a comunicação/partilha de más notícias e comunicação em período de pandemia com o título: “Conceções e práticas na comunicação com a pessoa em situação crítica/família em período de pandemia”. Por fim, na conclusão, procura-se evidenciar o desenvolvimento profissional com base nas competências adquiridas. No decorrer dos estágios surgiu a necessidade, e também a oportunidade, de desenvolver ações de formação dirigidas à equipa de enfermagem, uma sobre cateter venoso central e os cuidados de enfermagem e outra ação de formação sobre a comunicação, apresentada na unidade de cuidados intensivos coronários. O caminho para obtenção de grau de mestre pretende descrever o conjunto de competências adquiridas e desenvolvidas pelo enfermeiro especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica na área de especialização à Pessoa em Situação Crítica, apontando sempre para a necessidade de pensamento crítico, postura dinâmica, interessada e de constante aquisição de conhecimento, responsabilidade e autonomia. A prática profissional com enfoque na ética, deontologia, comunicação e relação terapêutica é também alvo de reflexão na elaboração deste trabalho. O enfermeiro especialista nesta área de atuação deve estar atento para as diversas dimensões do cuidado e garantir a qualidade da prestação de cuidados à pessoa em situação crítica e sua família.
Data do prémio13 jul 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorAna Sousa (Supervisor)

Keywords

  • Competências
  • Comunicação
  • Covid-19
  • Doente crítico
  • Enfermagem médico-cirúrgica
  • Enfermeiro especialista
  • Pessoa em situação crítica

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'