Conservação de escultura em espaço público. Definição de protocolos de gestão de riscos para esculturas em suporte pétreo e metálico
: os casos de estudo Afonso de Albuquerque (Diogo de Macedo), Doutrina (Salvador Barata Feyo) e Eu Espero (Fernanda Fragateiro)

  • Carlota Alexandre Miguel de Carvalho (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta investigação engloba as esculturas Afonso de Albuquerque de Diogo de Macedo, esboceto da escultura Doutrina de Salvador Barata-Feyo e Eu Espero de Fernanda Fragateiro que são exemplares de Arte Pública pertencentes ao distrito do Porto. As obras de Arte Pública estão diariamente expostas a fatores climatéricos adversos que tendencialmente se agravam devido às alterações climáticas e estão sujeitas a ações antrópicas que contribuem para o seu desgaste material e dissociação imaterial por parte dos cidadãos. Face a estas problemáticas é fundamental atuar sob a escultura pública, sendo o objetivo desta dissertação o desenvolvimento de uma metodologia baseada na Avaliação de Risco e a partir da mesma criar protocolos de manutenção específicos em oposição a intervenções de conservação e restauro profundas no futuro, contribuindo para uma proteção do Património Cultural mais sustentável ao longo do tempo. Para cada escultura foi realizado um diagnóstico exaustivo considerando a sua base material e incluindo a avaliação do seu estado de conservação e registo fotográfico. A análise colorimétrica dos três casos de estudo incidiu nas zonas que apresentavam biocolonização, patologias e ações de vandalismo. A análise de SEM das superfície das esculturas Eu Espero e esboceto da Doutrina permitiu a identificação de estruturas biológicas, compostos de base orgânica e corrosão. A metodologia dos Karsten Pipes permitiu caraterizar as propriedades de absorção de água e porosidade das esculturas em material pétreo. A caraterização do microbioma superficial dos casos de estudo iniciou-se com a análise com o microscópio ótico Dino Lite e com a amostragem com fita adesiva, métodos complementares que permitiram visualizar alguns dos organismos colonizadores das superfícies das esculturas. A técnica de deteção de ATP por bioluminescência permitiu identificar e quantificar a presença de organismos vivos na superfície das obras o que possibilitou maior rigor na escolha dos pontos para a extração de ADN, base da metodologia de caraterização de uma comunidade biológica através da metagenómica. A extração de clorofila a foca-se em organismos fotossintéticos que colonizam uma obra, tendo esta relação sido observada nos resultados obtidos. Partindo do isolamento de organismos e respetiva visualização ao microscópio ótico foi possível a identificação de bactérias (Gram+ e Gram-), leveduras e fungos para a obra Doutrina. Através de estudos de aerobiologia caraterizou-se de forma sumária a presença de partículas biológicas em suspensão e potenciais fontes de contaminação nas imediações das obras estudadas. No esboceto da Doutrina e Eu Espero foi necessário proceder a uma intervenção de conservação e restauro para devolver a unidade estética e correta leitura às obras. Em ambas as intervenções optou-se por aplicar metodologias de conservação que fossem seguras para operador, obra e meio ambiente, seguindo sempre que possível os conceitos e práticas associadas à conservação-verde (green conservation). Com a investigação empregue nesta dissertação confirmou-se que as obras de Arte Pública estão sujeitas a diversos fatores que o conservador-restaurador não consegue controlar, salientando-se a importância da sua monitorização. A automatização do contacto entre cidadãos, especialistas e obras de Arte Pública através de uma Aplicação Móvel (App) de ciência-cidadã que permita a contribuição ativa da sociedade na documentação e monitorização ativa das obras foi brevemente discutida nesse contexto.
Data do prémio17 fev 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPatrícia R. Costa (Supervisor), Eduarda Vieira (Co-Orientador) & Rui Bordalo (Co-Orientador)

Keywords

  • Arte pública
  • Avaliação de risco
  • Microbioma
  • Escultura
  • Comunidade
  • Sustentabilidade

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'