Conservação e restauro de um painel pertencente a um conjunto azulejar do acervo do Museu Nacional do Azulejo
: problemáticas da sua singularidade

  • Maria do Castelo Abreu Coutinho (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A presente dissertação incide sobre o estudo do painel azulejar “Arco com a estigmatização de São Francisco”, pertencente ao Museu Nacional do Azulejo (MNAz), o qual inclui a intervenção de conservação e restauro de uma fracção do mesmo que, numa fase final do trabalho, foi colocada em exposição permanente na sala Santos Simões, juntamente com outros painéis produzidos no “Ciclo dos Mestres” (1690-1720). A motivação para a selecção deste caso de estudo prende-se sobretudo com a técnica de pintura patente no mesmo, que o distingue dos outros da mesma época e, por isso, o torna particularmente interessante. O facto de não se conhecer nem o autor nem a proveniência da obra contribui também para a importância do trabalho realizado, por permitir um avanço no conhecimento desta obra.A metodologia utilizada neste caso prático enquadrou-se na política de gestão de colecções e na filosofia de intervenção do MNAz. Contudo, foram também apresentadas algumas soluções inovadoras que visaram melhorar a compreensão do painel em estudo, porque contribuiram para a sua reconstituição.A investigação iniciou-se com a realização de um estágio no museu, durante o qual nos familiarizámos com os métodos e procedimentos do MNAz. Após a identificação e a montagem preliminar do conjunto azulejar, partiu-se para a intervenção de conservação e restauro, seguindo-se a montagem do painel em suporte acrílico e a sua exposição. Durante a fase de avaliação do estado de conservação do painel, prévia à intervenção, reparou-se que o maior problema consistia na falta de alguns fragmentos e azulejos inteiros, o que perturbava a leitura da obra. Foram então elaboradas três propostas de reintegração cromática distintas em que foram utilizadas diferentes técnicas para completar o painel. Contudo, a opção final recaíu sobre a proposta que integrava os critérios de intervenção do MNAz.O estudo material e técnico possibilitou uma caracterização mais aprofundada do painel, e ainda uma recolha de dados relevantes para o seu enquadramento no período artístico mencionado anteriormente. Após uma observação do painel à vista desarmada, efectuaram-se análises de Fluorescência de Raios-X (FRX) e de Microscopia Electrónica de Varrimento com Espectrometria de Raios-X Dispersiva de Energia (MEV-EDS). Finalmente, foram também exploradas diferentes estratégias de documentação virtual através de dois exercícios que permitiram obter registos relevantes para a caracterização da obra e reconstituir aproximadamente as suas dimensões originais, com vista a construir uma ideia da sua representação parietal de origem. Estes exercícios permitiram ainda explorar possibilidades de aplicação da documentação virtual à azulejaria.
Data do prémio16 jan 2020
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEduarda Vieira (Supervisor), Lurdes Esteves (Co-Orientador) & João Manuel Mimoso (Co-Orientador)

Keywords

  • Painel azulejar
  • Museu Nacional do Azulejo
  • Ciclo dos Mestres
  • Conservação e restauro
  • Documentação virtual

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'