Consumo de álcool e atitudes sobre a gravidez e a maternidade num grupo de grávidas utentes da unidade de saúde de Matosinhos

  • Rui Miguel Gaspar da Hora e Silva (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A investigação desenvolvida nesta área tem-se centrado sobretudo a nível dos padrões de consumo de abuso de álcool e de substâncias ilícitas (e.g. Ebrahim, S. H., Luman, E. T., Floyd R. L., Murphy, C., Bennett, E. M., Boyle, C. A., 1998), e das suas consequências O presente estudo tem como objectivo aprofundar os conhecimentos sobre o consumo não abusivo de álcool na gravidez, assim como a vivência psicológica e as atitudes perante a gravidez e a maternidade, sendo este tema uma das grandes preocupações a nível mundial, europeu e nacional. Para a prevenção deste tipo de consumos, é necessária informação actualizada sobre os mesmos. Para o efeito, foram administrados dois instrumentos quantitativos de avaliação psicológica, de escala tipo Lickert, - AUDIT e EAGM. A amostra foi constituída por 83 mulheres grávidas, com idades compreendidas entre os 19 e os 43 anos, que se encontravam a frequentar grupos de preparação para a parentalidade, em quatro Unidades de Cuidados Continuados do concelho de Matosinhos. A partir desta, constituiu-se uma subamostra (Aca – Amostra com Consumo de Álcool), composta por 30 elementos, cujo único factor de inclusão era o consumo de álcool na gravidez. O tratamento de dados foi efectuado com recurso à estatística inferencial correlacional, através de testes não paramétricos, Teste de Qui-Quadrado e Coeficiente de Correlação de Spearman. Através deste estudo foi possível concluir que 36,2% das mulheres inquiridas apresentam consumos de bebidas alcoólicas durante o período gravídico.. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas em diversas subescalas da EAGM, Concluiu-se ainda que existe uma relação significativa entre consumo de álcool actual e a existência de filhos anteriores Para futuras investigações seria útil incluir uma amostra maior, assim como recorrer a metodologia qualitativa, de forma a compreender os motivos que levam uma mulher grávida a continuar o consumo de álcool durante o período gravídico.
Data do prémio2013
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Raul Xavier (Supervisor)

Keywords

  • Álcool
  • Consumos
  • Gravidez
  • Maternidade
  • Vivência psicológica
  • Auto-relato

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'