Consumo de álcool e vivência psicológica da gravidez em mulheres portuguesas

  • Margarida Luís Oliveira Gonçalves Moreira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este estudo exploratório teve como objetivo principal conhecer o fenómeno do consumo de álcool durante a gravidez assim como a prevalência e preditores de consumo, nomeadamente a vivência psicológica da gravidez, utilizando um grupo de grávidas portuguesas. Recorreu-se à metodologia quantitativa e os dados foram recolhidos através de um Questionário Online que incluiu três instrumentos – Formulário das Questões Sociodemográficas, Gravidez e Estilo de Vida, Alcohol Use Disorder Identification Teste (AUDIT) e a Escala de Atitudes sobre a Gravidez e Maternidade (EAGM). Os principais resultados prendem-se com a existência de associação entre o fumar antes da gravidez e o consumo de álcool antes da gravidez. Existência de diferenças altamente significativas entre a frequência de consumo de álcool antes e durante a gravidez no que concerne ao Item 1 do AUDIT e ao valor total do AUDIT. Por fim verifica-se uma correlação significativa positiva entre os 2 valores totais do AUDIT (antes e durante a gravidez). Face à escassez de informação sobre o fenómeno em Portugal, este trabalho espera ser um contributo para uma maior informação sobre tema, alertando para a importância deste fenómeno, fazendo parte de um estudo mais lato.
Data do prémio25 fev 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Xavier (Supervisor)

Keywords

  • Consumo de álcool
  • Gravidez
  • Prevalência
  • Preditores

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'