Cruzar olhares sobre a intervenção familiar integrada e precoce
: famílias(s) em risco? Percepção das famílias multidesafiadas com crianças em idade pré-escolar em contextos de risco e dos técnicos que as acompanham acerca das suas necessidades e forças

  • Ana Cláudia Varanda (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A Apresentação do presente estudo resultou de uma pesquisa intensiva sobre as percepções e representações das famílias multidesafiadas com crianças em idade pré-escolar em contextos de risco, acompanhadas pelo Núcleo de Acção Social, da Autarquia de Montelavar, e dos Técnicos que as acompanham, acerca das suas necessidades e forças, bem como, a adequação de estratégias, práticas e serviços de intervenção eficazes. Cruzando olhares acerca da Intervenção Integrada, Precoce e Orientação e Mediação Familiar, inquiriu-se vinte famílias residentes na Freguesia e acompanhadas pela Autarquia, aplicando-se diversos instrumentos, tais como: Questionário Sócio-Demográfico; Inventário das Necessidades da Família (Bailey e Simeonson, 1988); Escala de Avaliação de Apoio Social à Família (Dunst e Al. , 1988); Inventário de Rotinas na Família (Boyce, Jensen, James e Peacokn,1993); Escala de Avaliação Global da Assertividade (EAGA) (Jardim e Pereira, 2006); Escala de Avaliação Global da Resiliência (EAGR) (Jardim e Pereira,2006), visando conhecer atributos, comportamentos e competências, perfil de desenvolvimento, rede de suporte formal e informal, caracterização das rotinas diárias e identificação das necessidades. Auscultou-se, igualmente, doze Técnicos parceiros da Autarquia, em contexto de Focus-Group, com o objectivo de conhecer como são sinalizadas as situações de risco, que encaminhamento e plano de intervenção é dado à situação, se crêem na natureza e âmbito do serviço de Intervenção Precoce proposto e percebido pelas famílias e na importância de uma colaboração efectiva com estas, quais as linhas de orientação para a prática que pensam ser relevantes e consideram necessário à criação de um projecto integrado de intervenção precoce junto das famílias e suas crianças em contexto de risco. Os resultados demonstram que as famílias percepcionam-se como competentes ao nível da assertividade e resiliência, que detêm apoio conjugal satisfatório e rotinas consistentes, porém evidenciam severas dificuldades e fragilidades ao nível de informação, apoio social e familiar. Conclui-se que os Profissionais crêem num trabalho de intervenção integrado e precoce, multidisciplinar e em rede, pese embora terem sido sentidas várias incongruências próprias da dinâmica interna dos serviços e advindas da dificuldade de partilha de poder e delegação de autonomia às famílias. Ambos consideram essencial a implementação de um Projecto Integrado de Intervenção Precoce que pense e adeqúe os apoios sociais, as características individuais e as necessidades tendo como propósito um modelo centrado na família, na criança e na comunidade.
Data do prémiodez. 2011
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorRita Lobo Xavier (Supervisor) & Rosário Carneiro (Co-Orientador)

Keywords

  • Famílias multidesafiadas
  • Crianças em risco
  • Intervenção integrada, precoce
  • Orientação e mediação e familiar

Designação

  • Mestrado em Ciências da Família

Citação

'