Cuidados de enfermagem especializados à pessoa submetida a transplante

  • Isaura Conceição Pinto Moura (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O investimento na formação assume um papel essencial no desenvolvimento de uma prestação de cuidados de enfermagem de excelência, através de uma prática baseada na evidência, assente na procura pela melhoria contínua da qualidade dos cuidados. Com este relatório, que surge no âmbito do décimo quarto curso de Mestrado em Enfermagem com área de especialização em Enfermagem Médico Cirúrgica – Pessoa em Situação Crítica, pretendo descrever, analisar e refletir acerca do desenvolvimento de competências especializadas ao longo do curso, com maior ênfase para o processo de aprendizagem desenvolvido ao longo dos estágios realizados no segundo ano. Ao longo dos últimos 25 anos, a prática clínica avançada dos enfermeiros tem-se revelado particularmente positiva para os resultados alcançados pelas pessoas em situação crítica submetidas a transplante (Kramer et al., 2019) pelo que esta é uma área de relevância para o desenvolvimento da Enfermagem enquanto profissão e ciência. No primeiro capítulo, de forma a refletir o desenvolvimento de competências na área da investigação, apresento uma revisão de literatura, utilizando a metodologia de revisão scoping proposta pelo Joanna Briggs Institute (JBI), cujo tema consiste nos cuidados de enfermagem na capacitação da pessoa submetida a transplante de órgão para o autocuidado. As experiências vivenciadas durante os períodos de estágio possibilitaram o desenvolvimento de uma prática de cuidados assente na análise crítica e reflexiva. Cuidar da pessoa em situação crítica e sua família constituiu um desafio bastante complexo, para o qual foi essencial mobilizar alguns fundamentos teóricos, nomeadamente a Teoria das Transições de Meleis, de forma a estruturar os cuidados prestados à luz de um referencial. Assim, o segundo capítulo destina-se à descrição, análise e reflexão acerca das competências científicas, técnicas e humanas desenvolvidas no âmbito da prestação de cuidados de enfermagem especializados à pessoa em situação crítica, em contexto de cuidados intensivos e em contexto de coordenação de colheita e transplantação. Ao longo da reflexão, realizo a articulação entre as atividades desenvolvidas e as competências especializadas a desenvolver, conforme o Regulamento nº 429/2018, de 16 de julho, que define as competências específicas do enfermeiro especialista em enfermagem médico-cirúrgica e o Regulamento nº 140/2019, de 6 de fevereiro, que define as competências comuns do enfermeiro especialista.
Data do prémio22 nov. 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorRita Marques (Supervisor)

Keywords

  • Enfermagem
  • Cuidados de enfermagem
  • Pessoa em situação crítica
  • Transplante
  • Autocuidado

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'