Cuidados paliativos, do passado à atualidade
: relatório de estágio, em unidades de cuidados paliativos

  • Carolina Araújo Marques (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O aumento da esperança média de vida, bem como, das doenças crónicas e degenerativas, acompanhado do grande avanço técnico científico, levou, numa qualquer fase do ciclo vital, ao desenvolvimento de patologias e consequente agravamento do nível de dependência. Sendo as necessidades dos doentes paliativos e suas famílias de alto grau de complexidade, é notória e evidente, a importância de uma abordagem estruturada e específica. A fundamentação para a pertinência do estágio no âmbito do Mestrado em Cuidados Paliativos, da Universidade Católica Portuguesa, do Instituto de Ciências da Saúde do Porto, surge com base na aquisição e/ou desenvolvimento de competências profissionais na área da Enfermagem em Cuidados Paliativos, sendo a elaboração do presente relatório a exposição do percurso efetuado bem como, a consolidação das competências desenvolvidas. De forma a incorporar as diferentes tipologias de prestação de cuidados dividiram- se as 340 horas de estágio entre, a Unidade de Cuidados Paliativos da Fundação Domus Fraternitas, de Braga, a participação no curso “La atención humana a la persona mayor en residenciais” e nas XVIII Jornadas sobre o Alzheimer no Centro de Humanización de la Salud, em Madrid, e por fim, na Equipa de Suporte Intra-hospitalar em Cuidados Paliativos, da Unidade Local de Saúde de Matosinhos e também, na valência dos Cuidados Paliativos Domiciliários. O presente documento, utiliza uma metodologia descritiva e reflexiva, apresenta os testemunhos, os contributos, as aprendizagens profissionais e os ganhos obtidos no percurso dos estágios. Evidenciando-se a reflexão das atividades desenvolvidas e competências adquiridas, nomeadamente, a científica, a técnica e a relacional, tendo por base uma atuação em Cuidados Paliativos, na vertente da comunicação, do controlo de sintomas, da envolvência e cuidado à família, e do trabalho em equipa. A relação com o doente em morte iminente, vivenciada inúmeras vezes ao longo deste percurso, proporcionou-me uma reflexão profunda e íntima que me permitiu desenvolver uma maturidade profissional que até então não possuía. Assim, destaco como as principais competências, no domínio da comunicação entre doente e família, mais concretamente na transmissão de más noticias, no controlo de sintomas através do manuseamento e farmacocinética de alguns fármacos, no cuidado ao doente e família, com a finalidade da promoção de conforto, bem-estar e qualidade de vida, as intervenções na agonia e apoio no luto e, por fim, o trabalho em equipa.
Data do prémio20 jul 2017
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorSílvia Coelho (Supervisor)

Keywords

  • Cuidados paliativos
  • Doente e família
  • Comunicação
  • Trabalho em equipa

Designação

  • Mestrado em Cuidados Paliativos

Citação

'