Do feminismo à ideologia de género, uma avaliação teológica.

  • Carlos Xavier Gonçalves Martins (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta dissertação é o resultado de um estudo aturado sobre o feminismo e a ideologia de género à luz da teologia moral, da Sagrada Escritura e das ciências humanas. Procura apontar a origem da ideologia de género a partir da radicalização do feminismo e dar uma resposta adequada a partir da Antropologia de João Paulo II, aprofundada nas audiências das quartas-feiras nos primeiros 5 anos do seu pontificado e conhecida como a Teologia do Corpo, ou o plano de Deus para o amor humano. Começando por definir o movimento feminista, tentarei fazer um apanhado histórico do movimento, até o momento em que, em nome dos direitos humanos, se iniciou uma revolução sexual que levou o movimento a ganhar uma nova face. O feminismo de género que logo adotará as ideias de ideologia de género, iniciará uma revolução antropológica, que defende que o Homem não é fruto da natureza, mas sim produto da cultura.
Data do prémio26 abr. 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorJerónimo Trigo (Supervisor)

Keywords

  • Sexualidade
  • Feminismo
  • Gender
  • Teologia do corpo
  • Teologia moral
  • Sagrada Escritura

Designação

  • Mestrado Integrado em Teologia

Citação

'