Due Diligence
: da responsabilização perante terceiros dos assessores contratados para realizar os trabalhos

  • Ana Luísa Ramos Peixoto (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Na atualidade, são raros os casos em que se verifica a aquisição de uma empresa ou de participações sociais, sem que as mesmas sejam acompanhadas por uma Due Diligence. A Due Diligence diminui de forma drástica a assimetria informativa que caracteriza a posição do potencial adquirente ou financiador, constituindo uma fonte de segurança. Apesar disso, o adquirente ou financiador não controla se o processo de Due Diligence é realizado corretamente, depositando a sua confiança nos assessores contratados para realizar os trabalhos. Torna-se imperioso que seja averiguada a possibilidade de responsabilização dos assessores contratados para realizar os trabalhos, no caso de o adquirente ou financiador ser parte terceira no processo de auditoria, isto porque, como a presente dissertação demonstrará, os institutos jurídicos existentes não tutelam o adquirente ou financiador da forma mais eficaz.
Data do prémio7 fev. 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorRui Pinto Duarte (Supervisor)

Keywords

  • Due Diligence
  • Responsabilização
  • Contrato
  • Informação

Designação

  • Mestrado em Direito e Gestão

Citação

'