Efeitos fisiológicos das terapias de imposição de mãos
: revisão sistemática da literatura

  • Paulo Cézar Strombech (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Estado da arte - As terapias de imposição de mãos ou também chamadas de terapia energéticas estão incluídas entre as terapias alternativas e vem ganhando grande popularidade ao longo das últimas duas décadas. Objetivos - Esta revisão buscou por evidências quantitativas demonstradas em trabalhos com desenhos cegos, randomizadas e controladas cujo objetivo tenha sido demonstrar efeitos fisiológicos e/ou psicofisiológicos destas terapias. Métodos de busca - A busca foi realizada no período de 29/Abril/2013 à 14/Maio/2013 nas seguintes bases de dados: Biblioteca do Conhecimento Online (b-on), Medline, EMBASE, Lilacs, Cochrane, Scielo, Bireme, PubMed, National Research Register (NRR), Guide to Selected Registers, Trip Dabase, Health services/technology assessment text (HSTAT), National Coordinating Centre for Health Technology Assessment Lock's Guide to the Evidence (SIGN Guidelines), utilizando as palavras chave “Therapeutic Touch, Toque Terapêutico, Johrei, Reiki, Laying on of Hands, QiGong, LeSham, Passe Espirita”. Critérios de seleção - Foi ralizada busca por ensaios clínicos controlados, randomizados com avaliação cega, publicados e não publicados sem restrição a tipo de participantes exceto estudos in vitro. Coleta de dados e análise - Ao todo 328 estudos foram identificados nas bases de dados e buscas adicionais. Após a análise dos resumos restaram 28 estudos que preencheram os requisitos de inclusão pré-determinados e foram incluídos. Destes 11 foram classificados como aguardando classificação por não terem os textos integrais disponíveis para análise. Os 17 restantes foram incluídos. Principais resultados - Cinco estudos em animais e doze estudos em humanos foram incluídos. O efeito das terapias de imposição de mãos sobre o sistema fisiológico nestes estudos foi variável. Encontrou-se uma heterogeneidade de procedimentos e parâmetros fisiológicos de mensuração extremamente grande, inclusive com divergência de resultados para o mesmo parâmetro entre estudos. No geral a maioria dos estudos não apresentou resultados estatísticos relevantes para parâmetros fisiológicos. Todos os ensaios falharam em prover informações suficientes para avaliação da qualidade, o que sugere um alto risco de viés para os principais parâmetros de avaliação da qualidade. Conclusões dos autores - Não há nenhuma evidência sólida de que as terapias de imposição de mãos promova alterações fisiológicas significativas em humanos ou em animais
Data do prémio11 nov. 2014
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMargarida Maria Vieira (Supervisor)

Designação

  • Mestrado em Feridas e Viabilidade Tecidular

Citação

'