Espelhos da sacristia da Igreja da Santa Casa da Misericórdia do Porto
: estudo histórico-artístico e intervenção de conservação e restauro

  • Mafalda Isabel Noverça de Carvalho Salazar (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O tema abordado nesta dissertação tem como objetivo o estudo histórico-artístico do espelho e de sua respetiva moldura em contexto de sacristia, com especial incidência na intervenção de conservação e restauro do par de espelhos de sacristia pertencentes à igreja da Santa Casa da Misericórdia do Porto. A evolução das sacristias vê-se acompanhada do emprego de objetos com maior valor artístico, sendo a moldura de espelho uma peça aí largamente utilizada. Neste contexto a função do espelho evolui, chegando mesmo a tornar-se importante para que os sacerdotes se possam aprontar devidamente para a liturgia. O século XVIII em Portugal distingue-se por três movimentos estilísticos diferentes, o Barroco Joanino, predominante na primeira metade do século durante o reinado de D. João V (1706-1750), ao qual se sucedeu o Rococó, até à última década do reinado de D. José I (1750-1777), ocorrendo, por fim, o Neoclássico, já no reinado de D. Maria I (1777- 1816). No século XVIII em Portugal, o espelho é encontrado nos ambientes decorativos com a sua função utilitária sobreposta à função de aparato. No entanto, com a atribuição do estatuto de peça de mobiliário do tremó e a sua chegada a Portugal no terceiro quartel do século, o espelho torna-se um móvel indispensável aos ambientes decorativos portugueses. Quanto ao processo de intervenção no par de espelhos da Santa Casa da Misericórdia do Porto. Numa primeira fase foi realizado um levantamento de estado de conservação das molduras, descrição material e técnica das molduras e respetivo levantamento de patologias. A par do levantamento de patologias, foram recolhidas amostras, duas de cada moldura, para a realização de exames e análises, SEM-EDS, FTIR e estratigrafia. Com os exames e análises é possível concluir os materiais utilizados e a composição dos mesmos, assim como a composição das camadas da própria moldura. Uma segunda fase, a de conservação e restauro deste conjunto (daqui para a frente designadas por moldura 1 e moldura 2), teve por principal objetivo a das molduras e a reintegração volumétrica com impressão 3D da moldura 2. Ambas as molduras terão sido intervencionadas nas oficinas da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa do Porto. Todo o processo teve por base os princípios de intervenção mínima, o uso de materiais compatíveis e idênticos aos originais. Este processo é descrito e documentado durante as diferentes fases de tratamento, assim como devidamente justificadas as escolhas de materiais e técnicas para a intervenção.
Data do prémio26 abr. 2023
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorGonçalo Vasconcelos e Sousa (Supervisor) & Carla Vieira Felizardo (Co-Orientador)

Keywords

  • Moldura de espelho
  • Sacristia
  • Tremó
  • Conservação e restauro
  • Reconstrução 3D

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'