Fenómeno de investigação
: fundamentos do dever de informar do enfermeiro

  • Ana Sofia Castro Correia (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente relatório surge no âmbito do Mestrado em Enfermagem, na área de especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica: Enfermagem à pessoa em situação crítica. Tem como objetivo descrever e analisar o percurso realizado, com recurso a metodologia reflexiva, de modo a demonstrar as competências adquiridas e fundamentar a obtenção, tanto do título de mestre em Enfermagem, como de enfermeiro especialista na especialidade referida.Para o desenvolvimento das competências de mestre, nos termos do artigo 15º do regime jurídico dos graus e diplomas do ensino superior, realizei uma revisão scoping intitulada os “Fundamentos do Dever de Informar do Enfermeiro”. Esta revisão, posteriormente, fundamentou inúmeras atividades com vista ao desenvolvimento das competências de enfermeiro especialista. A informação é devida à pessoa, não só para promover o respeito pela autonomia, mas também, como um dos requisitos do princípio da beneficência. Em Portugal o dever de informação encontra-se previsto, no artigo 105º da Deontologia Profissional, mas carece de instrumentos de qualidade, orientadores da prática dos enfermeiros, para a transmissão da informação.A componente prática deste percurso académico e profissional teve lugar numa unidade de cuidados intensivos e num serviço de urgência geral. A análise das competências foi realizada à luz dos regulamentos que regulam as especialidades em enfermagem. Das competências comuns do enfermeiro especialista destaco o “domínio da responsabilidade ética e legal” onde demonstro competências de tomada de decisão ética e defesa dos princípios fundamentais. O desenvolvimento das competências específicas do enfermeiro especialista, nesta área de especialidade, foi transversal nos dois contextos de estágio sendo que as competências para cuidar da pessoa submetida a ventilação mecânica invasiva tiveram especial destaque na articulação com o dever de informar do enfermeiro.No fim deste percurso considero ter atingido os objetivos propostos, tendo desenvolvido cuidados de Enfermagem especializados. Acredito que esta jornada é o início do meu desenvolvimento como profissional que não prevê um fim, mas sim uma evolução contínua.
Data do prémio18 jun 2020
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorSérgio Deodato (Supervisor)

Keywords

  • Dever de informar
  • Enfermagem médico-cirúrgica
  • Pessoa em situação crítica
  • Prática baseada na evidência

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'