Financial distress determinants of portuguese firms

  • Inês Fazeres Marques Falcato (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta dissertação tem três objetivos fundamentais: (1) investigar os principais fatores responsáveis pela ocorrência de dificuldades financeiras em empresas Portuguesas (2) identificar as causas mais comuns para a rejeição dos seus planos de restruturação e (3) perceber se as condições em que as empresas se encontram quando concorrem aos planos de restruturação influenciam a sua sobrevivência no futuro.Os fatores que contribuem para a ocorrência de dificuldades financeiras são identificados numa primeira fase, através da análise das empresas que concorreram ao Processo Especial de Revitalização e posteriormente por comparação das mesmas com outras empresas que não registaram qualquer dificuldade financeira nos períodos analisados.As variáveis incluídas nos modelos consideram as características das empresas Portuguesas e abrangem fatores que lhes são endógenos e exógenos. A relevância destas variáveis é subsequentemente avaliada através de regressões logísticas.Os resultados obtidos mostram que fatores internos como a estrutura de governação corporativa da empresa, a estrutura de capital, a eficiência do ativo e a rentabilidade são determinantes para a ocorrência de dificuldades financeiras e para a falência das empresas. Fatores externos como as flutuações no ciclo económico explicam também estes dois fenómenos. Medidas de recuperação empresarial centradas na restruturação do ativo e da dívida das empresas, na recuperação da rentabilidade e da liquidez têm uma repercussão significativa na probabilidade de sobrevivência das mesmas no futuro.
Data do prémio28 jan 2021
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorRicardo Ferreira Reis (Supervisor)

Keywords

  • Financial distress
  • Processo Especial de Revitalização
  • Restruturação e recuperação de empresas

Designação

  • Mestrado em Gestão e Administração de Empresas

Citação

'