Funcionamento familiar em famílias com consumo de substâncias

  • Diana Carolina Gomes Arenas (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O objetivo geral deste estudo consiste em descrever e comparar a funcionalidade familiar entre famílias clínicas (perturbações de uso de substâncias) e não clínicas, com base na Teoria de Relações Familiares Básicas de Linares. O CERFB foi preenchido por 16 participantes, dos quais 8 formaram o grupo clínico e 8 o grupo da população-geral. Os resultados não apresentaram diferenças estatisticamente significativas nas pontuações da Conjugalidade e da Parentalidade entre os dois grupos nem entre os dois sexos, bem como nas correlações entre a Conjugalidade e a Parentalidade em ambos grupos. No entanto nos resultados relativos a estatística descritiva, verifica-se que os valores mais elevados no grupo clínico correspondem a dimensão da Conjugalidade Desarmoniosa e Parentalidade Primariamente Conservada. Neste estudo não foi possível determinar a capacidade discriminativa do CERFB para diferenciar a populações clínicas e não clínicas segundo a quantificação da Conjugalidade e Parentalidade, mas demonstrou ser relevante, na medida em que permitiu a obtenção de informação útil que pode ser incluída na intervenção (diádica ou em grupo) com famílias em que esta perturbação está presente, assim como na acumulação de evidencias para futuras investigações.
Data do prémio15 jul. 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorVânia Sousa Lima (Supervisor)

Keywords

  • Cuestionario de evaluación de las relaciones familiares básicas
  • Dinâmica familiar
  • Conjugalidade
  • Parentalidade
  • Perturbação de consumo de substâncias

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'