Gratitude, proactivity and job performance
: is there a relationship?

  • Daniela Filipa Maio Cristovão (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Temos experienciado um aumento na área da psicologia positiva, especialmente dentro do ambiente de trabalho, com um aumento de estudos analisando os seus benefícios nos ambientes organizacionais. Consistentemente, a proatividade no trabalho e o desempenho no trabalho são cruciais para o sucesso de uma empresa e de um funcionário e mostram estar ligados à gratidão. Desta forma, o objetivo desta dissertação foi analisar a eficácia de uma intervenção de um diário de gratidão no desempenho no trabalho, como função de proatividade no trabalho. Cento e sessenta e cinco participantes foram atribuídos aleatoriamente a três intervenções com formato de diário (condição de controlo vs. condição de gratidão vs. condição de controlo positivo) e foi pedido que preenchessem as escalas para medir gratidão no trabalho, proatividade no trabalho e desempenho no trabalho. Os resultados mostraram que a proatividade no trabalho não é um moderador para a relação entre gratidão no trabalho e desempenho no trabalho. No entanto, análises exploratórias sugerem que a relação entre a gratidão pelo trabalho significativo e o desempenho de tarefa é estatisticamente significativa para contextos onde a gratidão e outras emoções positivas são incentivadas. Este estudo mostrou a utilidade de intervenções breves e de baixo custo que podem ser implementadas pelas organizações por meio de nudges para promover emoções positivas em um ambiente de trabalho e, consequentemente, melhorar o desempenho de tarefas.
Data do prémio15 dez. 2022
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCláudia Simão (Supervisor)

Keywords

  • Gratidão no trabalho
  • Proatividade
  • Desempenho profissional

Designação

  • Mestrado em Psicologia do Bem-Estar e Promoção da Saúde

Citação

'