Impact of an anthocyanin rich extract upon probiotic and probiotic/human cell systems

  • Mariana da Luz Cabral Veiga (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Devido à sua composição rica em compostos fenólicos, o mirtilo tem demonstrado diversos benefícios para a saúde humana, nomeadamente atividade antitumoral, anti-inflamatória e antimicrobiana, entre outras, e tendo sido mais recentemente associado à modulação da microbiota intestinal. Uma vez que anteriormente se demonstrou que um extrato de mirtilo rico em antocianinas era capaz de modular a adesão de microrganismos patogénicos num modelo in vitro de adesão intestinal, este trabalho procurou perceber o efeito do mesmo extrato sobre o metabolismo de microrganismos probióticos e como os metabolitos de fermentação dos mesmos poderiam afetar a viabilidade e modular a adesão bacteriana a células intestinais. De um ponto de vista laboratorial, foram definidas 3 etapas para possibilitar a execução do trabalho experimental. Na primeira avaliou-se o efeito de um extrato de mirtilo sobre o processo fermentativo de quatro microrganismos probióticos, e de uma mistura dos mesmos, analisando-se o número total de colónias formadas, o consumo de açúcares e a produção de ácidos orgânicos. A segunda etapa focou-se na avaliação do efeito dos metabolitos de fermentação (ocorrida na presença e ausência de extrato) sobre a viabilidade celular da linhagem de células intestinais Caco-2. Posteriormente, e mantendo-se na mesma linha investigativa, analisou-se o impacto do extrato sobre a adesão das bactérias probiótica às linhagens intestinais Caco-2 e HT29-MTX, sendo esta última produtora de muco. Os resultados relativos à fermentação do extrato, mostram que este não inibiu as contagens viáveis (embora as contagens de Lactobacillus fossem inferiores na presença de extrato relativamente às de Bifidobacterium) e que a produção de ácidos foi superior na presença do mesmo. Relativamente ao efeito dos sobrenadantes sobre a viabilidade de células Caco-2, verificou-se que estes tinham um impacto reduzido sobre o metabolismo celular, observando-se percentagens de inibição de metabolismo inferiores às dos controlos. Adicionalmente, os sobrenadantes resultantes das fermentações de Bifidobacterium animalis subsp. lactis BO na presença de extrato aparentaram promover o metabolismo celular. Finalmente, no que se refere ao impacto do extrato sobre a adesão de duas bactérias probióticas (Lactobacillus rhamnosus R11 e B. animalis subsp. lactis BB12) aos modelos celulares selecionados, verificou-se que a presença de extrato e os maiores tempos de adesão testados (nomeadamente, 120 e 180 minutos) resultavam em maiores valores de percentagem relativa, sendo Bifidobacterium o microrganismo dos dois testados com maiores valores de adesão para ambas as linhagens.
Data do prémio21 set. 2018
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Manuela Pintado (Supervisor) & Sara Silva (Co-Orientador)

Keywords

  • Microbiota intestinal
  • Antocianinas
  • Compostos fenólicos
  • Bactérias probióticas

Designação

  • Mestrado em Microbiologia Aplicada

Citação

'