Impacto das condições socioeconómicas no desenvolvimento do funcionamento executivo e na consciência fonológica em crianças do pré escolar

  • Matilde Barrocas Fontes da Veiga (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Enquadramento Teórico: As Funções Executivas (FE) e a Consciência Fonológica(CF) são fundamentais para o normal desenvolvimento das crianças. A infânciaconstituí um período crítico do seu desenvolvimento e é altamente condicionado peloESE da criança, sendo o risco de uma estimulação deficiente maior em contextos depobreza. Neste sentido, é essencial avaliar o impacto do Estatuto Socioeconómico(ESE) nas FE e na CF, de modo a delinear programas de intervenção que estimulem ascompetências subdesenvolvidas, mitigando os eventuais efeitos de um ESE baixo nodesenvolvimento normal das crianças.Metodologia: A amostra (n=92) é constituída por dois grupos: ESE baixo (n=26) e ESEalto (n=66) com idades compreendidas entre os 4 e os 6 anos. O protocolo de avaliaçãoneuropsicológica aplicado é constituído por provas de FE- Tabuleiro de Corsi, DígitosInverso, Escola das Formas e os Peixes e Tubarões- e provas de CF- TICL e o ACLLE.Para análise de dados realizaram-se testes Wilcoxon-Mann-Whitney e RegressõesLineares.Resultados: O ESE alto demonstrou melhor desempenho em todas as provas de FE eCF, exceto na tarefa Identificação Fonémica, na qual o ESE baixo demonstrou melhoresresultados. A regressão linear múltipla revelou que a MT prediz a CF, mas o ControloInibitório (CI) não prediz a CF. Foram encontradas diferenças entre sexos, no total daamostra, a nível do CI, tendo as crianças do sexo feminino revelado desempenhosuperior.Discussão: Os resultados obtidos na análise do desempenho das crianças foram aoencontro da literatura, tendo o ESE alto apresentado melhor desempenho em todas asprovas (exceto numa medida de CF, na qual o ESE baixo teve melhor desempenho). ARegressão Linear revela que a MT é preditora da Segmentação (TICL), da Identificaçãoauditiva (TICL), e da Evocação Fonémica (ACLLE), corroborando estudos anteriores.Não foi possível identificar uma relação de predição entre MT ou CI e a Identificação (ACLLE). Contrariamente ao esperado, a regressão linear não revelou relação entre CI eCF. Assim como era expectável, encontraram-se diferenças no CI, no qual as criançasdo sexo feminino revelaram melhor desempenho. Os resultados reforçam a necessidadede estimulação precoce em ambos os domínios avaliados, particularmente em criançasde ESE baixo
Data do prémio5 mar 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Vânia Silva Nunes (Supervisor) & Joana Rodrigues Rato (Co-Orientador)

Keywords

  • Funções executivas
  • Memória de trabalho
  • Consciência fonológica
  • Estatuto socioeconómico
  • Avaliação neuropsicológica

Designação

  • Mestrado em Cuidados Paliativos

Citação

'