Interdependency of globalization and innovation as a source for MNEs to thrive
: OLI´s case study

  • Bernardo Peralta Oliveira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Nas últimas décadas, tem sido frequentemente discutido a forma como a globalização e a inovação têm exercido profundas mudanças no contexto social e empresarial, permitindo que as empresas multinacionais sejam globalmente competitivas. Neste sentido, é discutido o facto das vantagens tecnológicas permitirem às multinacionais reproduzir o seu sucesso local à escala global. Admite-se que as empresas multinacionais inovadoras estão a seguir uma "estratégia global". Em termos práticos, não se observa necessariamente esta capacidade "superior" dessas empresas inovadoras, de replicarem o seu sucesso nacional e de serem "globais". De forma a compreender esta relação, foi realizado um case study à empresa OLI, uma multinacional portuguesa que adoptou a estratégia de internacionalização proposta pelo modelo “Uppsala”, para reduzir os riscos operacionais da mesma. Além disso, a empresa adotou uma estratégia de “non-location bound asset”, de forma a mitigar os constrangimentos associados à internacionalização. Assim, a OLI compreendeu a importância da inovação, aliada à criação de iniciativas de marketing e de branding. Esta dissertação procura explorar a relação entre a globalização e a inovação e compreender de que forma é que o desempenho das empresas multinacionais é afetado. Conclui-se que durante o processo de expansão internacional, as barreiras legais são um constrangimento a esse mesmo processo. Neste sentido, as mesmas não devem ser negligenciadas.
Data do prémio2 jul 2021
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorXuejing Yang (Supervisor)

Keywords

  • OLI
  • Globalização
  • Inovação
  • Empresas multinacionais
  • “Estratégia Global”
  • Estratégia de internacionalização
  • Modelo Uppsala
  • Barreiras legais

Designação

  • Mestrado em Gestão e Administração de Empresas

Citação

'