Inventariação, tratamento e acondicionamento da coleção de numismática do Museu da Misericórdia do Porto
: MMIPO

  • Ana Catarina Caeiro Joaquim Lopes Cordeiro (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente trabalho surge no âmbito da dissertação de Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais e da bolsa de mérito atribuída pela Santa Casa da Misericórdia do Porto. Tem como objeto de estudo a coleção de numismática do Museu da Misericórdia do Porto (MMIPO) e como principais objetivos a inventariação, o tratamento e o acondicionamento da referida coleção, bem como o desenvolvimento de metodologias de inventariação e limpeza adequadas a coleções de numismática no âmbito da conservação e restauro. A metodologia aplicada para a elaboração deste projeto consistiu na criação de normas de inventário especializadas para numismática, na realização do inventário das 1309 moedas que constituem a coleção, e no levantamento de estado de conservação de todas elas. Posteriormente, definiu-se o método de acondicionamento a aplicar e escolheu-se o grupo de moedas a intervencionar. Optou-se por um grupo de 35 moedas em liga de bronze que apresentavam necessidade de intervenção. A metodologia de limpeza aplicada a este grupo teve como objetivo a preservação da pátina de oxidação. Para a intervenção de conservação e restauro, realizou-se primeiro a análise de Microscopia Eletrónica de Varrimento com Dispersão de Energia (SEM-EDS) para confirmar a constituição da liga. De seguida, efetuaram-se doze testes de limpeza, entre os quais limpezas mecânicas, químicas, por ultrassons e com CO2 supercrítico, por forma a determinar qual a mais eficiente e menos prejudicial para a conservação das moedas. Realizou-se a análise de Espectroscopia de Infravermelhos por Transformada de Fourier (FTIR) para confirmação dos resultados da limpeza com CO2 supercrítico. A limpeza mecânica foi a que apresentou melhores resultados a par com a limpeza química tradicional com ácido acético e ácido etileno diamino tetra-acético (EDTA), ao contrário da limpeza com CO2 supercrítico, que obteve os piores resultados. A limpeza com ultrassons aparenta ser promissora, no entanto necessita de um estudo mais alargado. Foi ainda feito um estudo de forma a comparar se o uso de inibidor de corrosão Benzotriazol (BTA) tem influência na limpeza e no aspeto final das moedas. Optou-se pela aplicação de cera microcristalina como camada protetora. Por fim as moedas foram acondicionadas individualmente em bolsas de polipropileno de baixa densidade.
Data do prémio13 jan 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEduarda Vieira (Supervisor) & Nuno Camarneiro (Co-Orientador)

Keywords

  • MMIPO
  • Numismática
  • Inventário
  • Acondicionamento
  • Limpeza de bronze
  • BTA

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'