Lipidomics analysis in cerebrovascular disease and peripheral arterial disease
: a systematic review

  • Ana Rita Gaio Ferrinho (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo e um dos problemas mais críticos da medicina contemporânea. Acredita-se que várias classes de lípidos contribuam para o desenvolvimento dessa doença. Objetivo: Esta revisão sistemática visa resumir as evidências atuais sobre como a desregulação lipídica afeta estas doenças, particularmente a doença cerebrovascular e a doença arterial periférica. Métodos: Esta revisão foi realizada segundo as diretrizes PRISMA. Foi feita uma pesquisa no PubMed combinando a palavra "Lipidomics" com palavras-chave relacionadas às doenças, resultando num total de 305 artigos. Os critérios de inclusão foram se havia associação entre a doença cerebrovascular ou a doença arterial periférica e os marcadores lipídicos; e, se os artigos apresentavam uma análise do perfil lipidómico de doentes com as doenças em estudo. Os critérios de exclusão foram se os artigos estudavam outra doença que não as em estudo e, se os artigos eram uma revisão ou um editorial. Um total de 15 artigos foram incluídos na análise qualitativa, sendo os mesmos divididos em quatro grupos com os que estudam a aterosclerose em geral (n=6); os que estudam a doença cerebrovascular (n=3); os que estudam a doença arterial periférica (n=2); e os que estudam ambas as doenças (n=4). A ferramenta Newcastle – Ottawa foi usada para avaliar a qualidade de cada artigo. Resultados: Dos 11 artigos retidos sobre estudos em humanos, 7 são estudos transversais e 4 de caso-controlo; e, os outros 4 são experimentais em animais. As doenças estudadas foram analisadas em conjunto e separadamente, utilizando diferentes metodologias. Foram utilizados dois métodos para a extração lipídica: a Extração Líquido-Líquido e a Extração em Fase Sólida; e dez métodos distintos para a análise lipidómica. Verificou-se maior desregulação lipídica nos ácidos gordos, nos glicerolípidos, nos glicerofosfolípidos e nos esfingolípidos. Conclusão: A lipidómica é uma ferramenta fundamental na identificação de lípidos que podem desempenhar um papel relevante tanto na doença cerebrovascular como na doença arterial periférica, sendo que esses biomarcadores podem ser usados para melhorar a classificação do risco cardiovascular individual e fornecer um enquadramento clínico adequado. No entanto, dever-se-á alargar a amostra em estudo, sendo necessário mais investigação.
Data do prémio23 mar 2022
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorAntónio de Sousa Barros (Supervisor), António Silva Ferreira (Co-Orientador) & Marina Dias Neto (Co-Orientador)

Keywords

  • Lipidómica
  • Aterosclerose
  • Doença cerebrovascular
  • Doença arterial periférica

Designação

  • Mestrado em Engenharia Biomédica

Citação

'