Machine learning approaches with cognitive data for early detection of dementia
: a scoping review

  • Raquel Gonçalves Colaço (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Objetivo: O objetivo desta revisão scoping recai sobre mapear a literatura no sentido de encontrar informação acerca do tipo de dados que são mais comumente utilizados na criação dos modelos de inteligência artificial para a deteção precoce da doença de Alzheimer (DA) e prevenção da demência. Particularmente procuraremos informação acerca de em que medida são os dados cognitivos tidos em consideração neste tipo de investigação Introdução: A doença de Alzheimer é a sétima principal causa de morte em todo o mundo e a forma mais comum de demência. A demência tem um grande impacto tanto individual, como social e económico, e porque atualmente não existem ainda terapias modificáveis ou mesmo uma cura para a mesma, a investigação nesta área deve focar-se no objetivo da deteção precoce da DA e prevenção da demência. Critérios de Inclusão: Artigos de 2017 a março de 2023 foram incluídos. Os principais critérios de inclusão passaram por incluir estudos que focaram a sua investigação especificamente na doença de Alzheimer e visavam desenvolver/treinar modelos de inteligência artificial (IA) que auxiliassem a deteção precoce da doença de Alzheimer, bem como a prevenção da demência. Método: Esta revisão scoping foi desenvolvida tendo por base a metodologia da JBI para revisões scoping (Peter set al., 2020) e levada a cabo na Medline Complete via EBSCO, PubMed e Web of Science em março de 2023. Artigos incluídos nesta revisão foram revistos por dois revisores independentes e posteriormente analisados detalhadamente na sua íntegra, tendo sido retiradas as informações mais relevantes. Resultados: Foi verificado que todos os artigos tiveram em consideração indivíduos cognitivamente normativos (CN), com défice cognitivo ligeiro (DCL) ou doença de Alzheimer (DA), todos criaram ou treinaram modelos baseados em aprendizagem automática. O tipo de dados mais comummente utilizados para estas técnicas são os dados de neuroimagem, dados cognitivos foram maioritariamente utilizados para caracterizar o estado cognitivo dos participantes (para formar os grupos experimental e de controlo) e a xii maioria destas investigações foram publicadas em revistas científicas da área das engenharias. Conclusão: A neuroimagem é o tipo de dados em que a investigação nesta área está mais focada, podendo haver necessidade de incluir novos tipos de dados que também sejam relevantes para a deteção precoce da DA e prevenção da demência, nomeadamente dados cognitivos. Também é importante tornar este tipo de informação mais facilmente disponível para os psicólogos, bem como educá-los sobre o assunto, uma vez que esta tecnologia pode trazer grandes benefícios para a sua prática.
Data do prémio11 dez. 2023
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Vânia Silva Nunes (Supervisor) & Spyros Angelopoulos (Co-Orientador)

Keywords

  • Aprendizagem automática
  • Deteção precoce da DA
  • Prevenção da demência
  • Dados cognitivos
  • Neuroimagem

Designação

  • Mestrado em Neuropsicologia

Citação

'