O caso de estudo da intervenção de conservação e restauro em duas pinturas murais do vestíbulo do Edifício Rodrigues Cardoso (Av. do Brasil, nº 523 - Porto)

  • Cíntia da Silva Almeida Freitas (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta dissertação foca a intervenção de conservação e restauro que decorreu no Edifício Rodrigues Cardoso situado na Avenida do Brasil nº523, na Foz do Douro, no âmbito de uma intervenção realizada pela empresa Susana Lainho Unipessoal Lda. A dissertação incidiu no tratamento de duas pinturas murais em técnica seco, uma delas datada de 1913. Como caso de estudo foi selecionado o inventário da pintura vestibular O edifício enquadrado na tipologia caraterística do final do século XIX, início do século XX, durante a investigação da dissertação encontrou-se em fase de reabilitação a cargo da empresa Sá Machado & Filhos, Lda. As pinturas murais inserem-se na pintura decorativa do vestíbulo de entrada do imóvel, apresentando-se uma em bom estado de conservação e a outra com danos consideráveis causados pela ação de vários agentes de degradação com perda de material provocada pela migração de sais solúveis para a superfície. Para uma correta intervenção seguiram-se os seguintes passos: documentação fotográfica, mapeamento de danos, recolha de amostras para análise, diagnóstico do estado de conservação, desenvolvimento da proposta de intervenção e execução dos tratamentos de limpeza, pré-fixação, tratamento de sais solúveis, consolidação da camada de suporte, planificação da camada cromática e de preparação, preenchimento de lacunas, reintegração cromática e aplicação de revestimento de proteção, concluímos com o desenvolvimento de uma proposta de conservação preventiva. A intervenção restringiu-se apenas às pinturas murais e não à totalidade das pinturas decorativas, uma vez existirem provas da sua existência, o que não nos permitiu devolver a leitura original total às paredes. O interesse pelos registos existentes no vestíbulo de pintura decorativa, levou-nos a desenvolver uma pesquisa sobre o contexto histórico da pintura vestibular no final do século XIX e início XX, analisando as habitações em que estas surgiram. Como forma de verificar a possível existência de registos homónimos na Zona da Foz do Douro, iniciamos a criação de uma metodologia e de um inventário artístico das casas burguesas da zona, com foco na decoração vestibular de entrada e no seu estado e uso atual. Esta dissertação possibilitou a criação de um caso de estudo direcionado para a intervenção em património integrado com a problemática de inserção de uma obra de conservação e restauro numa reabilitação em curso e o início de contributos para o desenvolvimento de um inventário das casas burguesas da Foz do Douro de interesse cultural.
Data do prémio10 mar 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEduarda Vieira (Supervisor) & Rui Bordalo (Co-Orientador)

Keywords

  • Pintura mural
  • Seco
  • Conservação e restauro
  • Inventário
  • Séculos XIX e XX
  • Foz do Douro (Porto)

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'