O termalismo e a saúde oral
: um estudo observacional nas termas de Amarante

  • Susana de Lurdes Dias Morgado (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: A Saúde oral representa um problema devastador de Saúde Pública pelo seu notável impacto social e custos médicos. A Crenoterapia com água sulfúrea mostra-se como uma terapêutica complementar, menos tóxica e traumatizante. O número de estudos que avaliam o efeito das águas minerais naturais no tratamento das afeções da mucosa oral (AMO) é relativamente pequeno e em Portugal é mesmo inexistente. Objetivo: Avaliar, qualitativamente, o impacto da terapia termal na perceção da severidade da sintomatologia das AMO, investigando a relação entre os efeitos do termalismo: na sintomatologia principal, capacidade funcional dos termalistas (classe funcional), recurso ao médico dentista e medicação para o tratamento. Investigar se o tratamento termal poderá ser promissor na diminuição das despesas financeiras associadas à Saúde Oral. Metodologia: Estudo epidemiológico, observacional, transversal, comparativo com o início do tratamento e controlado com soro fisiológico, em que 90 termalistas foram distribuídos de forma igual em dois grupos de tratamento, durante 14 dias: Água mineral natural (AMN) sulfúrea das Termas de Amarante (TA) (n=45) ou soro fisiológico (SF) (n=45), no mês de maio de 2022. O estudo baseou-se na observação clínica e aplicação de questionário de autorresposta, constituído por 2 secções principais: dados sociodemográficos e avaliação da qualidade de vida. Esta última subdividiu-se em 7 subsecções: avaliação dos sintomas, recurso ao Médico Dentista, uso de medicação para tratamento das afeções orais, avaliação funcional, avaliação global do termalista e do Médico Dentista e comentários. A avaliação foi feita em 2 momentos distintos: antes do tratamento e no final do tratamento (14 dias). Resultados: Na amostra recolhida, observa-se que globalmente 70% (n=63) são mulheres e que estas também são a maioria em cada grupo. Em termos de idade os grupos apresentam idade média relativamente próxima: 57,13±18,505 e 56,76±16,079 para AMN e SF, respetivamente. Quanto à situação profissional observa-se que em ambos os grupos prevalecem os indivíduos que estão reformados conjuntamente com as domésticas. No que trata a residência a maioria dos inquiridos de ambos os grupos habitam no meio urbano. Todos os dados foram inseridos numa base de dados em Microsoft Office Excel 2007, criada para o efeito, e trabalhada em software SPSS (Statistical Package for the Social Science Inc., Chicago, Illinois, USA) versão 25.0. Para todos os testes utilizados optou-se pela rejeição da hipótese nula, quando a probabilidade de significância foi inferior ou igual a 0,05. As alterações verificadas no final do tratamento foram sempre comparadas com os valores antes do tratamento. Globalmente, a evolução dos parâmetros avaliados foi positiva, com modificações significativas no final do tratamento. Conclusão: Os resultados sugerem que o tratamento com AMN sulfúrea e fluoretada, efetuado nas termas de Amarante, poderá constituir um procedimento terapêutico/preventivo eficaz nas AMO. Futuras linhas de investigação são necessárias nesta área, para corroborar estes resultados, avaliar a evolução temporal e o impacto económico do termalismo das AMO.
Data do prémio15 jul 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorNélio Jorge Veiga (Supervisor), Maria José Correia (Co-Orientador) & Patrícia Couto (Co-Orientador)

Keywords

  • Tratamento termal
  • Águas sulfúreas fluoretadas
  • Termas de Amarante
  • Afeções da mucosa oral
  • Avaliação da qualidade de vida

Designação

  • Mestrado em Medicina Dentária

Citação

'