Os Direitos Humanos e o Islão no pensamento de Abdullahi An-Na’im

  • João Costa (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A presente tese visa analisar um problema latente, por enquanto, na cena internacional e interna de muitos países. Trata-se da viabilidade de uma convivência harmoniosa da prática da Fé islâmica com o conceito de um Estado moderno, a saber, democrático e liberal, assentado numa estrutura jurídica de Direitos Fundamentais de cariz universal.Para esse efeito, foi seguido o pensamento de um académico americano-sudanês,Abdullahi An-Na’im sobre o tema, escolhendo-se a vertente por aquele abordada dacompatibilidade do conteúdo ortodoxo da religião Islâmica, por ele professada, com orespeito pelos Direitos Humanos.Com essa base, An-Na’im analisa, também, as características de um Estado moderno, bem como a viabilidade da autêntica vivência muçulmana no âmbito do mesmo, com base na secularidade daquele, do seu respeito por Direitos Humanos de dimensão universal e da igualdade entre cidadãos. Embora com uma justificação religiosa ortodoxa, a argumentação de An-Na’im é, eminentemente, jurídica e política, desenvolvendo e articulando conceitos suscetíveis de proporcionar uma resposta positiva à questão inicialmente colocada.
Data do prémio11 mar 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorJoão Pereira Coutinho (Supervisor)

Keywords

  • Direitos Humanos
  • Estado secular
  • Human agency
  • Civic reasoning

Designação

  • Mestrado em Ciência Política e Relações Internacionais: Segurança e Defesa

Citação

'