Os hábitos de saúde dos adolescentes
: a realidade numa instituição de ensino particular

  • Renata Catarina Alves Brito (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A promoção da saúde na escola é um tema de crescente importância pois esta é um local com recursos para a sua concretização e é na infância e juventude que se estabelecem hábitos que irão perdurar ao longo de toda a vida. O enfermeiro é um elemento chave na sua concretização e para implementar intervenções pertinentes deve conhecer os hábitos e as características da sua população alvo. Desenvolveu-se um estudo exploratório-descritivo de modo a conhecer os hábitos de saúde dos 227 alunos do Ensino Secundário do Colégio Luso-Francês. O método de colheita de dados utilizado foi o questionário. A análise dos resultados revelou que: a) os alunos apresentam bons hábitos alimentares, de actividade física e saúde oral; b) os hábitos de sono, embora adequados devem ser promovidos; c) uma percentagem considerável de alunos tem comportamentos que colocam em risco a sua segurança; d) a maior parte dos alunos refere consumir substâncias (álcool, tabaco e drogas) embora o façam ocasionalmente; e) as situações de violência são raras; f) os hábitos relativos à saúde sexual e reprodutiva, embora animadores, necessitam de intervenção. Concluiu-se que as áreas prioritárias são a segurança, os consumos e a saúde sexual e reprodutiva.
Data do prémiomai. 2012
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMargarida Maria Vieira (Supervisor) & Constança Festas (Co-Orientador)

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'