Padrões de sono e sintomatologia depressiva em crianças com obesidade

  • Raquel Manuela Ausina Rio Novo (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este estudo descritivo transversal teve como objetivo estudar a relação entre os padrões de sono e a sintomatologia depressiva numa amostra de crianças com obesidade, utentes do Hospital Santa Maria Maior, EPE Barcelos. A amostra foi constituída por 15 crianças com obesidade com idades compreendidas entre os oito e os dez anos de idade. Os instrumentos de avaliação utilizados foram o Questionário sobre o Padrão Sono-Vigília de Crianças (PSCV) e o Inventário de Depressão para crianças (CDI). Os resultados não evidenciaram uma prevalência de sintomatologia depressiva na amostra total, como seria esperado. Na amostra clinica, constituída por 15 participantes sendo que quatro eram do sexo masculino, não se verificou uma maior prevalência de sintomatologia depressiva no género masculino em relação ao género feminino como seria de esperar e se apurou junto da revisão bibliográfica. Não se apurou associação entre a gravidade dos sintomas depressivos nas crianças que apresentavam problemas de sono. Não se conseguiu apurar relativamente à obesidade, se as crianças que apresentavam piores padrões de sono, apresentavam também maior predominância de sintomas depressivos.
Data do prémio2013
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEleonora C. V. Costa (Supervisor)

Keywords

  • Obesidade
  • Padrões de sono
  • Depressão

Designação

  • Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde

Citação

'