Perspetivas de profissionais de orgãos de polícia sobre o seu papel na prevenção do fenómeno da vitimação secundária

  • Sara Cristina Rodrigues Cancela (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O acolhimento das vítimas dos OPC’s, enquanto primeira linha de intervenção, é fundamental na promoção dos Direitos das Vítimas e para um atendimento de qualidade. No entanto, nem sempre as vítimas são recebidas com uma postura profissional adequada e nem sempre os seus direitos são aplicados podendo resultar no fenómeno de vitimação secundária. O presente estudo procurou explorar as perspetivas dos profissionais da GNR relativamente as suas próprias funções, a colaboração com outras entidades e as estratégias implementadas para a prevenção da vitimação secundária. Tratando-se de um estudo qualitativo foram realizadas 20 entrevistas em profundidade a militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), que têm um trabalho diário com vítimas de violência doméstica. Os resultados mostraram que embora já muitos esforços tenham sido feitos para a implementação de estratégias que promovam um atendimento e encaminhamento adequado da vítima na passagem pelos vários serviços de apoio, ainda há um longo caminho a percorrer. Os profissionais da GNR apresentaram aspetos positivos, tais como uma boa articulação com profissionais de outras áreas e um bom funcionamento por parte dos serviços de apoio. No entanto também apresentaram propostas de melhoria, tais como o investimento em formações especializadas, mais recursos humanos e melhores condições de atendimento para colmatar as lacunas identificadas no atendimento às vítimas de violência doméstica.
Data do prémio12 jul. 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCatarina Ribeiro (Supervisor)

Keywords

  • Vitimação secundária
  • Violência doméstica
  • Direitos das vítimas
  • Guarda Nacional Republicana
  • Perspetivas dos profissionais

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'