Perspetivas e práticas de um grupo de enfermeiros face ao consumo de álcool na gravidez

  • Mafalda Santos Moura (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O consumo de álcool na gravidez representa um grave problema de saúde pública devido aos riscos que constitui para a mãe e para o feto em desenvolvimento. O presente estudo pretende explorar as perspetivas e as práticas de um grupo de enfermeiros face ao consumo de álcool na gravidez. O grupo de participantes é constituído por treze enfermeiras que realizam o acompanhamento de grávidas em Cuidados de Saúde Primários e Cuidados de Saúde Privados. O método de seleção utilizado para a escolha das participantes foi a amostragem não probabilística em bola de neve. Utilizou-se um guião de entrevista semiestruturado construído no âmbito do estudo inicial, tendo como base a revisão da literatura existente e os dados de investigação da equipa. Realizaram-se entrevistas em profundidade sendo o seu conteúdo posteriormente analisado com base num processo de análise semi-indutivo, com recurso ao Nvivo 12. Os resultados apontam para informação insuficiente sobre o tema e desconhecimento das orientações nacionais e internacionais em matéria de álcool. As participantes revelaram ainda perspetivas díspares sobre o nível seguro de álcool. Os resultados demonstram a necessidade de mais treino e formação na área para se responder adequadamente às necessidades desta população.
Data do prémio12 abr 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Xavier (Supervisor)

Keywords

  • Perspetivas
  • Práticas
  • Enfermeiros
  • Consumo de álcool
  • Gravidez

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'