Política fiscal e crescimento económico
: o caso dos GIIPS

  • Ricardo Filipe Silva Pereira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta investigação procurou perceber quais os impactos no crescimento económico dado pela carga fiscal e pela progressividade do e, em que modo, pode o governo central, através da política fiscal afetar diretamente os diversos agentes económicos. Para isso, usamos dados em painel de cariz económico referente a Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha, para o período de 1980 a 2020, em séries temporais de 5 anos. Concluímos que a carga fiscal tem um impacto negativo no crescimento económico dos países em análise, com um nível de significância de 1%, isto é, aumentando a carga fiscal em 1 ponto percentual, diminui o crescimento económico entre 0,412 e 0,429 pontos percentuais. Já a progressividade não tem impacto com nível estatisticamente relevante no crescimento económico.
Data do prémio7 dez 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Luisa Anacoreta Correia (Supervisor) & Ricardo Ribeiro (Co-Orientador)

Keywords

  • Progressividade
  • Crescimento económico
  • Taxa marginal de imposto
  • Taxa média imposto

Designação

  • Mestrado em Auditoria e Fiscalidade

Citação

'