Portugal e o mar

  • Edite Rodrigues da Silva Gonçalves (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Os oceanos são críticos para a sobrevivência e o bem-estar da Humanidade, pelo que as oportunidades que encerram estão ao alcance e são um desafio para todos nós. Longe vão os tempos em que o mar separava os países e os povos – hoje é o mar que os aproxima e lhes confere poder e competitividade. Sendo um facto que sempre que Portugal se voltou para o mar prosperou, é objetivo do presente trabalho conhecer as razões que contribuíram para que o país chegasse à atual situação. A pertinência desta questão e a inquietação em que nos deixa leva-nos para a questão primordial, pois temos em mente a nossa localização priveligiada no contexto do Atlântico e uma histórica ligação ao mar. Quais as oportunidades e desafios que Portugal enfrenta? A exploração dos recursos marinhos abrange várias áreas que vão desde a alimentação à investigação, passando pela saúde, economia, energias renováveis, biotecnologia, indústria, transportes, turismo, portos, entre outras. A exploração adequada destes recursos tão diversificados pressupõe uma abordagem multidisciplinar e uma gestão criteriosa que visem um futuro sustentável. Através de uma metodologia que assenta na revisão de literatura, com pesquisa e análise bibliográficas sobre o mar e as suas potencialidades, procurouse uma argumentação relevante que evidencia a importância do mar para o desenvolvimento sustentável e em particular para o futuro de Portugal. Apesar das conclusões serem apenas breves notas de um tema tão vasto como é o mar, destacam-se as oportunidades e desafios que este recurso coloca à disposição para que possamos ter a ousadia de fazer crescer Portugal e acreditar na sua prosperidade.
Data do prémio2015
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorAlexandra Leitão (Supervisor)

Keywords

  • Mar
  • Oceanos
  • Desenvolvimento sustentável
  • Economia do mar

Designação

  • Mestrado em Gestão

Citação

'