Prevalência e abordagem à pessoa com úlcera de perna

  • Alexandra Gaspar de Jesus (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: A úlcera de perna não é uma doença isolada mas é a consequência de uma ou várias patologias subjacentes, e representa um problema de saúde pública de abrangência mundial. Metodologia: Este estudo ambiciona determinar a taxa de prevalência das úlceras de perna, caraterizar os aspetos sociodemográficos, caraterizar os fatores de risco, identificar os métodos de diagnóstico utilizados para a definição da etiologia da úlcera de perna, caraterizar as úlceras de perna e identificar as caraterísticas gerais do tratamento. Estudo parcelar, epidemiológico transversal, observacional, analítico e abordagem quantitativa. A amostra do estudo incluiu 62 utentes com úlcera de perna inscritos nos centros de saúde: Machico, Caniço, Câmara de Lobos, Ribeira Brava e Santana. Para o tratamento de dados foi utilizada a estatística descritiva e inferencial através do programa SPSS® versão 20. Resultados: A taxa de prevalência nos utentes com úlcera de perna foi de 1,39/mil habitantes e a de incidência foi de 17,38/100 mil habitantes a 3 meses. Neste estudo a população com úlcera de perna era, predominantemente, do sexo masculino com 58,1%; idade média de 62,3 anos; 75,8% possuíam o 1.º ciclo do ensino básico; 38,7% estavam “empregados”; e 40,3% apresentavam obesidade de grau I. Verificou-se como antecedentes pessoais um valor percentual idêntico na hipertensão arterial e obesidade (58,1%), seguindo-se a insuficiência venosa periférica (56,5%). A avaliação clínica (100,0%) foi o método de diagnóstico utilizado. A etiologia de úlcera de perna que predominou foi a úlcera venosa (88,7%), no terço médio da perna (37,1%), com duração de mais de um ano (54,8%) e com lesões cuja área média era de 39,23 cm2. Em relação ao tratamento, constatamos que dos 88,7% dos sujeitos com úlcera venosa foi aplicada terapia compressiva em, apenas, 5,5% utentes. Conclusão: De acordo com os resultados obtidos é fulcral a elaboração de protocolos de atuação para o tratamento dos utentes com úlcera de perna ou até mesmo a implementação da consulta de úlcera de perna na Região Autónoma da Madeira (RAM).
Data do prémio2015
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorFernando Mena Martins (Supervisor) & Manuel Luís Capelas (Supervisor)

Keywords

  • Ferida crónica
  • Úlcera de perna

Designação

  • Mestrado em Feridas e Viabilidade Tecidular

Citação

'