Promoção da saúde mental dos pais/cuidadores em contexto de doença na criança hospitalizada
: intervenção do enfermeiro especialista

  • Mafalda Rebelo Birra (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Sabe-se hoje que a necessidade de hospitalização da criança, seja por que motivo for,é um dos fatores de stress capazes de interferir com a saúde física e emocional da família provocando sentimentos negativos. Considerando a família, como um sistema dinâmico, de funcionamento complexo e com múltiplas necessidades individuais, sobretudo em situações de saúde-doença é grande a importância da intervenção do enfermeiro especialista na gestão desses sentimentos e na promoção do bem-estar psicológico da família, na pessoa dos pais e cuidadores da criança.Assente nos pressupostos acima enunciados a promoção da saúde tem-se tornado relevante no cuidado de enfermagem à criança e família no âmbito da responsabilidade profissional do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica. A realização deste relatório, que surge no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem na área de Especialização de Saúde Infantil e Pediátrica do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa seguindo uma metodologia analítica, descritiva e reflexiva, descreve o percurso de desenvolvimento de competências pessoais e profissionais enquanto futura Enfermeira Especialista no âmbito do papel da enfermagem especializada na promoção da saúde mental dos pais/cuidadores da criança com necessidade de hospitalização.Como estrutura conceptual orientadora da prestação de cuidados adotou-se o Modelo de Enfermagem de McGill de Moyra Allen, este descreve o papel do enfermeiro na promoção da saúde da família num contexto de saúde/doença. Foi ainda realizada uma revisão scoping com o objetivo de perceber qual o impacto na saúde mental dos pais e cuidadores no contexto da hospitalização da criança e assim direcionar as intervenções a desenvolver. O estágio desenvolveu-se em três contextos de cuidados: numa unidade de neonatologia, num serviço de internamento de pediatria e num serviço de urgência pediátrica. Assumindo-se como objetivo transversal a todos os contextos de estágio“desenvolver competências de EESIP no âmbito da promoção da saúde mental dos pais/cuidadores da criança com necessidade de hospitalização”. Posteriormente, considerando o diagnóstico de situação referente a cada contexto foram definidos objetivos específicos. Após este percurso, tornou-se óbvio que promover a saúde mental enquanto bem estar psicológico dos pais e cuidadores implica promover e reforçar os recursos internos de cada elemento e do sistema familiar e consequentemente contribuir para a melhoria da predisposição no cuidado à criança com o fim último de melhorar a sua vivência da doença. Definiu-se a comunicação como a estratégia base da intervenção de enfermagem que gera uma relação promotora de confiança e segurança.
Data do prémio12 mai. 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMargarida Lourenço (Supervisor)

Keywords

  • Saúde mental
  • Pais/cuidadores
  • Criança hospitalizada
  • Promoção da saúde
  • Enfermagem pediátrica

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'